sábado, 31 de julho de 2010

Diariamente


(...)'Todo dia deseja repetir a 1ª vez
em que eu a vi e ela se viu em mim.
(...)São tantas chances por dia
para me apaixonar de novo.
Tantas chances para devolver
aquele olhar que me inaugurou'(...)
(Mulher Perdigueira-Pousar é voar com rosto-Carpinejar)

Sem palavras


"(...)Vc é intensa,
mas sua intensidade não costura pra fora.
Eu sou intenso,
mas minha intensidade costura pra fora
antes mesmo de comprar os tecidos.
Sei que não entendo nem metade
do que já sentiu por mim.
Por absoluta ausência de comunicação.
Sei que não entende nem metade
do que sinto por vc.
Por absoluta ausência de paciência.
Eu preciso ouvir,
vc não precisa falar,
nos amamos desinformados."
Mulher Perdigueira - Toda despedida é falsa-Carpinejar

Gangue do riso frouxo...


#Eu me percebo amaldiçoado
pela minha alegria logo cedo.
Culpado pela algazarra.
Reprimido a rir baixo
para não desagradar meu amor.
Sim,quem acorda animado
é que está errado
e não respeita o ritmo silencioso
e devagar do outro.#
Mulher Perdigueira
Dê preferência para quem está na rotatória
- Carpinejar-

Quem está ao seu lado?


'A convivência não esgota o desconhecido.'
(Mulher Perdigueira-Novo Amor- Carpinejar)

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Pessoas Generosas


"Se a natureza faz uma pessoa ser generosa,
é como se as mãos dela nascessem abertas,
e o coração também.
E mesmo que haja ocasiões
em que as mãos estão vazias,
o coração está sempre cheio,
e é possível dar o que está lá dentro.
Coisas boas, amáveis e doces,
ajuda, consolo, risos.
E muitas vezes a melhor ajuda de todos
é uma boa gargalhada."
(Frances Hodgson Burnett in A PRINCESINHA)

Vulgaridades


'(...)A indiferença é vulgar.
Não são vulgares a sensual abaixadinha
e cada um no seu quadrado.
O funk pode ser explosivo.
Não são vulgares os saltos enormes,
os lábios pintados de vermelho
ou o laquê ou qualquer outro adereço escandaloso.
Um travesti pode ser muito elegante.
Vulgar é quem cobra por apresentação da alma
durante as folgas.
Não escuta os outros,
não se reparte,
confia que o amigo é espectador
e que todos estão
adorando sua cia.
Há uma diferença entre a vulgaridade e a soberba.
Alguns merecem a soberba.
Há uma diferença entre a vulgaridade
e a maldade.
A maldade tem sentimento.'(...)
(Mulher Perdigueira - Mocreia -Carpinejar)

Hora do chá


Ímpar


°°(...)Carentes, preferimos prender quem não amamos.
Ficamos com uma cia apesar de não amar,
para evitarmos a cobrança pelos pés descalços
ou pq estamos sozinhos.
Esperando o par perfeito
enquanto usamos o que encontramos.
O que veio na frente.
O que tinha no estoque.
Grande parte dos casais é ímpar.
Vistosamente formando pares trocados,
solteiros improvisados.°°(...)
(Mulher Perdigueira - Manias de uma loja de sapatos - Carpinejar)

Bananas


"(...)Naquela manhã,
ela não comprou um cacho de bananas
como de costume.
Comprou 3 dúzias.
Encheu sua sacola de bananas.
Voluptosas, amarelas, listradas.
Exagerou,
mas pensou que as frutas
amadureceriam em semanas diferentes,
que faria uma torta, um doce.
Não previu que estava se matando.
Ao chegar em casa, suas meninas um tanto
mulheres se prontificaram a ajudá-la com a sacola.
Correram ao portão.
-Mãe, que pesado, o que trouxe?
-O que é isso,mãe?
-Mãe, para que 36 bananas?
-Isso não é normal,mãe.
-Mãe, vc caducou?Dá para montar uma banca.
Ela mexia os ombros,
envergonhada com o julgamento.
O inocente tem ares culpados.
O inocente não ensaia,
é pego desprevenido.
O inocente tem aparência muito mais criminosa
do que um culpado.
As filhas se reuniram na janta
e decidiram que a atitude de Manuela
extrapolara a normalidade,
um disparate,
infelizmente estava ficando gagá.
E duvidaram de cada evocação dali por diante,
de cada frase de Manuela,
da imaginação de Manuela.
Toda conversa isolada é a de um louco.
Questionaram seu domínio,
sua independência,
confirmaram fatos e datas para confundí-la.
Um velho não pode cometer exuberância,
saciar desejos,
vontades altissonantes e esquisitas.
Só o jovem.
Se o velho supera a medida,
já é visto como doente.
Esclerosado.
E não mais permitiram Manuela sair,
brincar com as amigas,
suspenderam suas atividades pela suspeita de doideira.
O tribunal familiar é o único
que ainda usa o confinamento.
Ao proteger, sufoca.
Ao cuidar, enfraquece.
Os prisioneiros do amor nunca serão soltos.
Ela não viu sentido em revidar,
entregou-se lentamente ao sofá.
Vidrada na televisão.
No aquário de seu vestido floreado.
Morreu em seguida de amargura.
Morreu pq comprou 3 dúzias de banana.
E tinha 82 anos."
(Mulher Perdigueira - Cachos Familiares - Carpinejar)

Das Viagens


"A viagem não acaba nunca.
Só os viajantes acabam.
(...)“Não há mais o que ver”,
saiba que não era assim.
O fim de uma viagem
é apenas o começo de outra.
É preciso ver o que não foi visto,
ver outra vez o que se viu já,
ver na primavera o que se vira no verão,
ver de dia o que se viu de noite,
com o sol onde primeiramente a chuva caia,
ver a seara verde, o fruto maduro,
a pedra que mudou de lugar,
a sombra que aqui não estava.
É preciso voltar aos passos que foram dados,
para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles.
É preciso recomeçar a viagem.
Sempre."
(José Saramago)

Distantes de Oz


"- Sabe, as vezes olho pra você
e vejo a Dorothy.
Com sapatinhos vermelhos.
Vestido azul quadriculado.
Sem o Totó, mas com a mesma vontade
de voltar pra casa,
e não saber qual o caminho...
E eu me sinto o próprio Homem de Lata,
necessitado de um coração
e aprendendo sobre afeto com você...
- Pois é.
Frequentemente quero voltar pro Kansas.
Mas, nem sei onde fica o meu Kansas!!
E já que sou a Dorothy e você o Homem de Lata,
tenho que relembrar uma coisa:
"Corações só serão práticos
quando não puderem ser quebrados"...
Nem o Mágico de Oz poderia consertar o coração.
Só o tempo conserta.
E o tempo é tão caprichoso.
ele nos deixa sofrer bem muito com dores latentes,
e aí em uma belo dia de abril
o coração acalma e você se senti um tolo.
- Mas ainda assim, como o bom Homem de Lata que sou,
preciso de um coração.
E você precisa voltar pra casa..
- Precisamos sim. Mas como vamos conseguir..?
- Nem temos tijolos amarelos para seguir..."
(Mima)

Como uma ilha


"Quando eu olhar pro lado,
eu quero estar cercado
só do que me interessa."
(Lenine)

E se ainda não cheguei...


"E se ainda não cheguei
É porque gosto de parar
Em cada esquina devagar
Pelo caminho que me leva
Até você me encontrar
A um passo de acertar
O tempo das sementes
Que já começaram a brotar
Então vá, vá colher e abraçar
Que as flores estão vivas
Perfumando a casa em que vamos morar
(vamos morar)".
(Devagar, Divagar ou de vagar, Moska)
Blog Meu divã é na cozinha

Tratado sobre o namoro


¨Confio que há gente que não saiba namorar.
Não sabe namorar, e pronto.
Supõe que é instintivo, natural,
que é beijar, abraçar,
e os oceanos transportam a espuma.
Que basta amar e as relações funcionam.
Mas as relações queimam
pelo pouco uso.
A eletricidade enferruja.(...)
Namoro é ambição.
É um final de semana a cada dia.
É uma delicadeza insuportável,
antecipar os movimentos e agradar
quando não se espera.
Gentileza em cima de gentileza,
infindável.
Um cuidado para não magoar
com aviso e pergunta,
com aquela educação
concedida a gestantes e idosos.
Namorar requer uma atenção absoluta.
E não reclame:
amar pode ser para toda vida
quando oferecemos toda a nossa vida.
Tem que se preparar, ceder, abrir espaço,
oferecer,renunciar.
A inquietação nasce da paciência.
A criatividade nasce de uma porta fechada.
(...)No namoro, não existe
como ser egoísta.
Egoísmo se deixa na portaria.
É pensar pelo outro,
com o outro,
como o outro.
É ter uma lista de compras de mercado
na ponta da língua,
junto com o chiclete de melancia:
qual pasta de dente que ela usa,
o condicionador,
o azeite,
o leite que toma,
o suco...
Desconhecer a geladeira da namorada
é passagem direta para o congelador.
É entrar na livraria
e pensar no livro que ela vai gostar,
é entra numa loja e pensar
num vaso que combinaria
com sua sala(...)
É entrar em si mesmo
e lustrar as memórias
mais distantes para parecer órfão
antes de sua chegada.(...)¨
(Mulher Perdigueira -Não sabemos namorar-Carpinejar)

É preciso saber viver

"Vamos deixar para sofrer
pelo que é realmente trágico,
e não por aquilo que é apenas um incômodo,
senão fica impraticável atravessar os dias."
(Martha medeiros)
"A mãe reparou que o menino
gostava mais do vazio
do que do cheio.
Falava que os vazios são maiores
e até infinitos."
(Manoel de Barros)

O furo


(...)'Era uma fresta de sua nudez.
Uma mulher se produz tanto
para sair de casa
que aquilo significava um descanso.
um domingo repentino,
que a tornava ainda mais bonita.
Mais humana,mais falível,mais acessível.
Transportada acidentalmente para seu quarto.
Aquele corte desatento criava intimidade.
Retribuía infâncias.
Sua roupa sorria desajeitada para mim.'
(Mulher Perdigueira - Carpinejar)

Identidade


"Você é forte quando pega sua mágoa e ensina a sorrir.
Você é corajoso quando supera seu temor
e ajuda os outros a fazer o mesmo.
Você é feliz quando vê uma flor e se vê abençoado.
Você é amoroso quando sua própria dor
não lhe faz cego à dor dos outros.
Você é sábio quando conhece os limites de sua sabedoria.
Você é verdadeiro quando admite que há vezes em que você se engana.
Você está vivo quando a esperança de amanhã
significa mais a você do que o erro de ontem.
Você é livre quando têm o controle de si
e não deseja controlar os outros.
Você é honrado quando descobre que sua honra é honrar os outros.
Você é generoso quando pode receber
tão docemente quanto você pode dar.
Você é humilde quando você não sabe como pode ser humilhado.
Você é atencioso quando me vê exatamente como sou
e me trata exatamente como você é.
Você é misericordioso quando perdoa nos outros
as faltas que você condena em si mesmo.
Você é belo quando não precisa que um espelho lhe conte.
Você é rico quando nunca precisa mais do que o que você tem.
Você é você quando está em paz com quem você é".
(Desconheço a autoria)
Blog Mosaico Meu

Relatividade


°°Dois ou três comprimidos
a mais naquela caixa
e ela não estaria aqui hoje
comemorando seu trigésimo aniversário.
Observando-a daqui, reparo como ela sorri em paz.
Será que ela pensa em desistir agora?
E quem é louco de interromper a felicidade?
A dor sim, queremos conter a todo custo.
Seja com comprimidos, bebidas,
lençóis, projéteis de chumbo.
Todos os dias alguém,
em algum lugar do mundo, contém a sua dor.
Só dois ou três comprimidos a mais, e ela não estaria aqui...
Pergunto-me se à noite,
na solidão de sua companhia,
ela se arrepende,
se dá conta do que teria perdido
caso tivesse a quantia exata na cartela para conter a dor.
Formatura, o nascimento da sobrinha,
a viagem para a Europa, o encontro com seu grande amor,
tudo veio depois... tudo não teria chegado.
Por que nos momentos de desespero
não nos damos conta disso?
Por que não pensamos:
“é só uma fase... vai passar”?
Só dois ou três comprimidos a menos e eis um milagre,
segundo os cálculos do médico plantonista.
E ela parece tão satisfeita com o rumo que a vida tomou.
Ah! Se a gente tivesse mais paciência e menos ansiedade.
Olho para sua mãe.
Ela a encara fascinada, apaixonada
pelo ser que trouxe ao mundo, que deu a vida
que ela teria ceifado não fosse dois ou três comprimidos
a menos quando descobriu a gravidez.
Ainda bem que nossas tentativas são passíveis de falhas.
Observando este salão cheio de vida,
percebo o quando ela é relativa...
num momento de desespero,
por dois ou três comprimidos
a mais ou a menos, podemos pôr tudo a perder
ou ganhar uma segunda chance.
Só alguns gramas para muda tudo:
um destino, uma existência, uma família,
a felicidade do outro, a gente.°°
Sabrina Davanzo

Quando tudo dá certo


Tão bom quando um texto nos prende...
Lemos, relemos e o sorriso permanece nos lábios!
Já cheguei por aqui
com algumas anotações na bagagem
e tb com diversas idéias gastronômicas na cabeça.
No almoço de hj fiz frango de forno
com creme de milho,arroz e salada.
Tudo rápido, saudável e super saboroso.
Fiz 2 molhos para a salada:
Um de mostarda, mel,limão,
gengibre e ervas aromáticas
e outro só de azeite, pimenta do reino,
sal e ervas de provence,
uma vez que minha mãe veio passar uns dias comigo
e não gosta de mostarda.
Sempre fui muito organizada,
mas tenho me surpreendido com meu grau de
organização...
Acho que uns dias fora da rotina são ótimos para
limpar mente, corpo e espírito.
Acreditam que já planejei o cardápio
da semana que vem toda??!!
Explico:
Estou sem minha 'secretária do lar' esse mês,
-ela entrou de férias-
logo, necessito otimizar meu tempo
com comidinhas práticas, rápidas e gostosas.
Tb preciso ficar ligada para
dar conta da roupa, dos bichos, da limpeza da casa,
da administração de contas, compras, cuidados com a filhota,
etc,etc,etc...
Minha intenção
é conseguir realizar TUDO
com nível zero de estresse.
Possível?
Acho que sim...
pelo menos hj o placar foi a meu favor.
P.S:'de quebra', ainda fiz um brownie
para comer com sorvete.
Bom demais qdo dá para fazer além do planejado!!!

quinta-feira, 29 de julho de 2010

detalhes


¨O amor se resolve na banalidade.
São os cílios, os farelos, os botões,os brincos,
os cabelos que não enxergamos cair no chão.
São as quedas mudas,
as gentilezas brandas,
o costume silencioso
de seguir procurando um ao outro
mesmo depois do casamento.¨
(Mulher Perdigueira -A coberta de lã- Carpinejar)

sintonia


'Não me interessa um tempo comigo
quando posso dividir a eternidade com alguém.
Quero uma mulher
que esqueça o nome de seu pai e de sua mãe
para nascer em meus olhos.
Em todo momento.
A toda hora.
Incansavelmente.
E que eu esteja apaixonado
para nunca desmerecê-la(...)'
(Mulher Perdigueira - Carpinejar)

Doce Carpinejar


°°O amor é cobrança, dor de cotovelo,
não aceitar uma vida pela metade,
não confundí-la com segurança.
Exigir mais vontade
quando ela se ofereceu inteira.
Enlouquecê-la
para pentear seus cabelos antes do vento.
Enervá-la
para que diga que não a entende.
E entender menos e precisar mais.
Quem aspira ao conforto que se conserve solteiro.
Eu me entrego para dependência.
Não há nada mais agradável do que misturar
os defeitos com as virtudes
e perder as contas na partilha.
Não há nada mais valioso
do que trabalhar integralmente para uma história.
Não raciocinar outra coisa
senão cortejá-la:
avisá-la para espiar a lua cheia,
recordar do varal quando começar a chover,
decorar uma música para surpreendê-la,
sublinhar uma frase para guardá-la.°°
(Mulher Perdigueira - Quero uma Mulher Perdigueira -Fabrício Carpinejar )

Encontrei pelas linhas...


'O verdadeiro amor
consiste em calar a verdade,
mesmo quando você vislumbra
a oportunidade perfeita
para magoar os sentimentos de alguém'
(Pág 136 - de Veludo cotelê e Jeans - David Sedaris)

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Parada Estratégica


Estou um pouquinho ausente,
mas logo,logo estarei postando à mil.
Não estou em casa...
Não gosto de usar computador alheio,
apesar de estar usando o da minha tia nesse momento.
Só posso adiantar que estou mergulhada em
sabores e sensações.
Todas boas!
Conheci restaurantes variados e
pratos variados.
Além disso estou
caminhando com novas idéias
e novos objetivos.
Felicidade plena...
Não abandonei a leitura
e minha dica para esses
dias 'quentes' de inverno
é 'Mulher Perdigueira' do Carpinejar.
Já estou no finzinho do livro
que reúne diversas crônicas,
algumas conhecidas daqueles
que acompanham o autor,
outras inéditas.
Como fã sou suspeita para falar da obra...
Outro livro que me aguarda na cabeceira
é 'De veludo cotelê e jeans',
do David Sedaris.
Até breve!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Morangos


Mousse de Morango

Ingredientes:
- 1 lata de leite condensado
- 1 caixinha de creme de leite
- 1 pote de iogurte natural
- 1/2 sachê de gelatina sem sabor
- 1 xícara (chá) de morangos picados

Preparo:
Bata no liquidificador a gelatina diluída
como informado na embalagem,
e todos os demais ingredientes,
bata tudo por 3 minutos aproximadamente.
Depois ponha em uma vasilha ou taças
e leve para geladeira por no mínimo 4 horas.
E estará pronta sua mousse.
Se quiser decore com morangos.
Conserve-a na geladeira.

Ai,Ui,Ui,Ai!


'É habitual que a expressão da queixa
exagere em muito a dor,
até o ponto em que a dor
acaba se conformando ao exagero da queixa,
aumentando o sofrimento.
É comum as pessoas acreditarem
tanto em suas lamúrias que acabam
emprestando seu corpo,
ficando doentes,
para comprovar o que dizem.
A causa primordial de toda queixa
é a preguiça de viver.
Viver dá trabalho,
uma vez que a cada minuto surge um fato novo,
uma surpresa, um inesperado
que exige correção de rota na vida. '
(...) Toda queixa é narcísica.
(Jorge Forbes, em Você quer o que deseja? , p. 10)

Salmão


Salmao assado
com Mel e Gergelim

Ingredientes:
4 files de salmao de aproximadamente 250gs cada um
4 colheres de sopa de mel
4 colheres de sopa de gergelim branco
2 colheres de sopa de oleo vegetal
1 colher de sopa de vinagre
1 colher de sopa de molho ingles
1 pitada de pimenta branca moida na hora
sal a gosto

Modo de Preparo:
Misture o oleo vegetal, o vinagre, a pimenta,
o molho ingles e o sal e misture bem ate incorporarem.
Regue os files de salmao com este molho
e deixe por alguns minutos, marinando.
Retire da marinada, forre uma assadeira
com papel manteiga untado
e envolva todos os files de salmao com o mel.
Depois empane-os no geregelim
e deite-os sobre o papel manteiga untado.
Leve ao forno baixo pre-aquecido
por aproximadamente 20 minutos.
Retire e sirva com brocolis cozidos no vapor
ou qualquer outro acompanhamento do seu gosto.

Dia de abobrinhas...


Ingredientes:

- 4 abobrinhas médias (1kg)
- 150g de peito de peru defumado em cubinhos
- 1/2 copo de requeijão
- 1 dente de alho
- sal a gosto

Preparo:

Corte a abobrinha em 3 pedaços.
Com ajuda de uma colher pequena,
retire a polpa e conserve a borda
e o fundo com uma espessura de 0,5cm.
Afervente em água e sal até amaciar.
Retire da água e reserve.
Misture os ingredientes restantes
e recheie cada pedaço de abobrinha.
Mas, sirva fria.

Obs.: Se preferir, acrescente ao recheio
2 colheres (sopa) de cenoura ralada.
Fica mais colorido.

Bem vindas Abobrinhas!


Canoas de Abobrinha
com Queijo Cremoso e Milho
(rende 4 porções)

Ingredientes:
2 abobrinhas pequenas cortadas ao meio longitudinalmente
4 colheres de sopa de queijo minas frescal cremoso
4 colheres de sopa de molho de tomates em pedaços
8 colheres de sopa de milho verde em lata
4 colheres de sopa de salsinha fresca picada
pimenta à gosto
sal à gosto

Modo de Preparo:

Lave bem as abobrinhas e corte-as ao meio
no sentido do comprimento, cortando as pontinhas.
Com uma faca de legumes retire o recheio
formando canoinhas onde o recheio será acomodado,
tenha cuidado para não furar as abobrinhas com a faca,
a idéia é abrir uma cavidade nelas apenas.
Preencha as canoinhas com o molho de tomate,
tempere com pimenta e sal.
Junte o queijo minas e depois cubra com o milho verde,
distribuindo 1 colher de cada item nas metades das abobrinhas,
com exceção do milho verde que será na proporção
de 2 colheres de sopa para cada canoinha.
Finalize com a salsa fresca picada
e leve ao forno médio pré-aquecido por 20 minutos.
Retire e sirva com salada.

Sanduíches coquetel


Sanduíches Coquetel de Parma
e Peito de Peru
(rende 20 sanduíches pequenos)


Ingredientes:
40 quadradinhos de pão integral de forma
10 fatias de presunto de parma sem a gordura
10 fatias de peito de perú
20 fatias bem fininhas de queijo branco
1 abobrinha italiana cortada em lâminas no comprimento
5 colheres de sopa de queijo cottage
2 colheres de maionese light
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
fiozinho de azeite
sal à gosto
pimenta à gosto
gergelim torrado para finalizar

Modo de Preparo:

Misture bem o queijo cottage com a maionese light

e o queijo parmesão e reserve.

Disponha 20 fatias do pão já cortados em tamanho de coquetel

e passe sobre todas elas uma boa quantidade da pasta de cottage.

Depois acrescente uma fatia de queijo branco em cada sanduíche.

Cozinhe rapidamente as lâminas de abobrinha no vapor

e coloque duas fatias em cada sanduíche, dobradinhas.

Em 10 sanduíches coloque o presunto de parma enroladinho

como se fosse uma florzinha,

e na outra metade dos sanduíches

coloque as fatias de peito de perú,

também dobradinhas.

Polvilhe um pouquinho de sal, um fiozinho de azeite

e salpique o geregelim sobre todo o prato.

Acomode todas as partes que cobrirão os sanduíches

sob o sanduichinho montado no prato e sirva.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Lar doce Lar


Amei a dica do blog Rainhas do Lar
de usar gaiolas de madeira
pintadas de cores variadas
para enfeitar áreas, varandas e afins.
Dá para colocar passarinhos de mentira
(feitos de pano, argila, louça...) e até plantas.
Fofura que acrescenta mais charme
àquele cantinho da casa.

Para esse friozinho...


* 400 gramas de macarrão tipo penne
* 4 colheres de azeite extra virgem
* 20 tomatinhos cereja
(ou 4 a 6 tomates italianos maduros)
* 3 mussarelas de búfala
(formato ovo graúdo)
* ½ xícara de folhas de manjericão
* sal a gosto
- Lave e corte os tomates cereja ao meio
(se forem tomates grandes, retire as sementes
e pique em tamanho regular).
Tempere com sal, coloque-os numa vasilha
e deixe por 30 minutos num escorredor
para que escorra a água que eles vão soltar.
- Corte a mussarela em fatias grossas
(cerca de 2 cm) e depois pique ao meio.
- Para fazer o molho apenas junte numa vasilha
os pedaços de tomate escorridos,
a mussarela, o azeite, o sal
e as folhas de manjericão.
Reserve.
- Cozinhe a massa, escorra e recoloque na panela.
Junte o molho reservado, misture e sirva imediatamente.
- Caso goste polvilhe com queijo parmesão ralado na hora.
NOTA: Este molho não vai ao fogo.
Apenas deverá ser “amornado”
quando misturado à massa cozida.
A mussarela apenas começará a amolecer.

O que que a baiana tem??


Quindim Delícia
Ingredientes
5 gemas peneiradas
2 ovos inteiros (gema e clara)
1 xícara de açúcar
100 gramas de coco ralado desidratado
2 colheres de sopa de água
1 colher de sopa de margarina derretida
1 colher de chá de baunilha (opcional)

Modo de Fazer
Em um refratário, bata ligeiramente os ovos inteiros.
Acrescente as gemas peneiradas e misture bem.
Junte a água, a baunilha e a margarina,
sempre mexendo.
Agora coloque o açúcar e o coco ralado,
misture delicadamente
para que todos os ingredientes se agreguem.
Despeje essa mistura em uma forma de pudim
(aquela com buraco no meio)
untada com bastante margarina
e polvilhada com açúcar.
Leve para cozinhar em banho maria,
fogo baixo, por mais ou menos 30 minutos.
Espete uma faca ou palito, saindo limpinho
já pode desligar o fogo e esperar amornar.
Estando morno, vire em um prato.

Berinjela...Amo!!


1. Corte as rodelas de beringela
(ou berinjela, você decide)
e coloque-as de molho em água com sal...
2. Pique tomates maduros sem pele e sem semente
em cubinhos pequenos
3. Esquente uma grelha ou frigideira com um fio de azeite
e disponhas as rodelas de beringela
que você já tratou de secar
com um papel toalha.
4. Grelhe-as dos dois lados.
5. Leve as fatias já grelhadas para secar em papel toalha.
6. Numa frigideira, doure a cebola picada com azeite.
7. Junte o tomate picado, tempere com sal e pimenta
(pode usar louro também)
e cozinhe ligeiramente até o tomate ficar macio,
mas não é pra fazer molho.
8. Em uma travessa ou assadeira,
disponha as rodelas de beringela grelhada
6. Por cima, uma camadinha do tomate;
7. Depois, mussarella picada ou ralada;
(ou outro queijo de sua preferência)
8. Agora, coloque umas folhinhas de manjericão,
um pouquinho de orégano
ou tempere com a ervinha que lhe apetecer...
9. Comece tudo de novo... beringela...
10. ... tomate, queijo e assim por diante...
11. Finalize com tomate e queijo e...
12. Leve ao forno médio pré-aquecido
até terminar o cozimento e o queijo derreter!

Momento de reflexão


Eu tenho um calendário que pensa...
É um calendário que tem frases
para cada dia do ano.
A frase de hoje é:
'Nunca conte
os teus grandes segredos
a qualquer pessoa.
Você poderá perder
o que mais gosta
no simples fato de contá-los.'
Alguém duvida?

terça-feira, 13 de julho de 2010

N.A.M.O.R.A.R


"namorar não é só juntar duas atrações,
no velho estilo ou no moderno estilo,
com arrepios, murmúrios, silêncios,
caminhadas, jantares, gravações, fins-de-semana,
o carro à toda ou a 80, lancha, piscina,
dia-dos-namorados, foto colorida,
filme adoidado, rápido motel
onde os espelhos não guardam beijo
e alma de ninguém.
Namorar é o sentido absoluto
que se esconde no gesto muito simples,
não intencional, nunca previsto,
e dá ao gesto a cor do amanhecer,
para ficar durando, perdurando,
som de cristal na concha ou no infinito."

Leap Year


'Me dei conta de que tinha
tudo o que queria, mas
nada do que precisava'
(Filme Casa Comigo)

segunda-feira, 12 de julho de 2010

domingo, 11 de julho de 2010

Hora de reflexão


Sonhar não custa nada...

e ainda pode se tornar realidade...
Assim espero.

E na hora da final...


Acredito piamente no polvo Paul
e como, segundo suas previsões,
vai dar Espanha
mantenho minha TV desligada.
-Minha torcida era p/ Holanda-
Busco distração em outra parte da casa,
mas precisamente na cozinha...
Tô toda enfarinhada com minha
receitinha para o lanche da criançada.
Tô preparando um:

Bolo Salgado de Liquidificador

-12 colheres de sopa de farinha de trigo
-2 ovos inteiros
-1 xícara de chá de azeite
-3 colheres de sopa de queijo ralado (opcional)
-1 colher de chá de sal (caso não coloque o queijo)
-2 colheres de sopa de fermento em pó
-2 copos americano de leite

Modo de Preparo:

Bater tudo no liquidificador,
por último colocar o fermento.
Despejar a massa num tabuleiro
untado de óleo e polvilhado com farinha.
Por cima da massa
colocar o recheio que quiser.
No meu caso fiz um refogado com cebola,
tomates e pimentões
acrescentei salsichas já cozidas
cortadinhas (al dente).
Tipo um cachorro quente de forno...
Deixar no forno por mais ou menos 20 minutos.

Sobre os dias em que vemos além


Sabe aqueles dias em que vc está
com a sensibilidade à flor da pele
e tudo que assiste consegue enxergar além?
Estou numa semana assim...
Vendo além da superfície.
Decifrando detalhes.
Enxergando as entrelinhas.
Lendo aquelas letras minúsculas
que aparecem no fim do contrato.
Estou amando todos os filmes que vejo.
E adorando tudo que estou 'extraindo' deles.
Ontem assisti ao último Shrek
e sem dúvida, posso afirmar,
que é o melhor da série.

Babando...


Bolo brigadeiro

Ingredientes
• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
• 2 xícaras (chá) de açúcar
• 1 xícara (chá) de chocolate em pó
• 1 colher (sopa) de fermento em pó
• 1 pitada de sal
• 3 ovos
• 1 xícara (chá) de manteiga sem sal
• 1 xícara (chá) de água fervente

Ingredientes da cobertura
• 2 receitas de brigadeiro
• raspas de chocolate (para confeitar)
• 1 lata de creme de leite

Modo de Preparo
Em uma vasilha grande, de metal ou louça,
coloque os ingredientes secos do bolo:
a farinha de trigo, o açúcar, o chocolate em pó,
o fermento em pó e o sal.
faça um buraco no meio e junte os ingredientes líquidos:
os ovos, a manteiga derretida e a água.
Bata imediatamente na batedeira
até a massa ficar bem homogênea
(aproximadamente 5 minutos, na velocidade máxima).
Despeje-a em uma forma untada com manteiga e enfarinhada,
assando em forno médio (180 graus), preaquecido,
por 35 minutos ou até que o bolo esteja assado.
Teste com o palito.

Prepare a cobertura:
Faça o brigadeiro e, quando estiver no ponto,
acrescente a lata de creme de leite
e continue mexendo por mais 5 minutos.
Apague o fogo.
Corte a massa do bolo ao meio,
no sentido horizontal,
recheie e cubra com o brigadeiro morno
e decore com as raspas de chocolate.

Delícia para 2


Siiimm...o arroz de forno ficou 'dilícia'!
E para continuar a saga
' comidinhas para fds especiais',
segue a dica:

Sauté de camarão ao gengibre
e leite de coco

• 10 camarões grandes limpos
• 1 colher (sopa) de gengibre fresco em tirinhas
• 1 limão
• 1/2 colher (café) de cúrcuma
• 100 ml leite de coco
• 60g de castanha de cajú picadas e grelhadas
• 4 folhas de hortelã cortadas em tirinhas
• 1 colher (sopa) azeite
• sal e pimenta do reino a gosto

Modo de Preparo:
Coloque o azeite em uma frigideira e frite os camarões.
Retire e reserve.
Na mesma frigideira, coloque o gengibre,
o cúrcuma e a castanha de cajú.
Refogue em fogo baixo e regue com o leite de coco.
Junte os camarões reservados
e cozinhe até o molho ficar cremoso.
Tempere com o suco de limão, hortelã,
sal e pimenta do reino a gosto.
Sirva com arroz...