sexta-feira, 30 de abril de 2010

(In)quietas


Eu gosto da inquietação,
mas ela não valeria nada
se não resultasse
na busca da minha quietude.

Do parapeito ao telhado


Às vezes gato de apartamento,
sem habilidade para caçar passarinhos
e sem equilíbrio para andar sob
qualquer parapeito.
Gato sem fôlego,
dono de uma preguiça imensa
e de um ronronar soprado.
Outras, gato de rua, misterioso,
independente,caçador,
flexível, de miado alto e desbravador,
com toda a disposição
do mundo sob suas patas....

terça-feira, 27 de abril de 2010

Fala,mas fala diferente...


Parafraseando Marilyn,
mas dando uma retocada
nas suas palavras:
'O melhor amigo das mulheres,
são os...
livros.'

Nós - Cássia eller


Eu... sei que me disseram por aí
E foi pessoa séria quem falou
Você tava mais querendo era me ver passar por aí

Eu... sei que você disse por aí
Que não tava muito bem seu novo amor
Você tava mais querendo era me ver passar por aí

Pois é...
Esse samba é pra você, ó, meu amor
Esse samba é pra você
Que me fez sorrir, que me fez chorar
Que me fez sonhar, que me fez feliz
Que me fez amar

Eu... sei que me disseram por aí
E foi pessoa séria quem falou
Você tava mais querendo era me ouvir cantar por aí

Eu... sei que você disse por aí
Que não tava muito bem seu novo amor
Você tava mais querendo era me ver passar por ai

Pois, é...
Esse samba é pra você, ó meu amor
Esse samba é pra você
Que me fez sorrir, que me fez chorar
Que me fez sonhar, que me fez feliz
Que me fez amar...

Os caminhos do labirinto


O que o labirinto nos ensina,
não é onde está a saída,
mas quais os caminhos
que não levam a lugar nenhum.

O que falta...


Ou se sofre por ser educado
Ou por não poder mais sê-lo.

(Blog Pirão sem dono)

Esmaltes


Esmalte não é cor, meu amigo,
os vermelhos, os marrons e os pinks
no fim das contas se parecem e não
há pq se preferir essa cor à outra.
Esmalte é gênio na garrafa, é desejo
escondido de se por nas pontas dos dedos,
é luz de farolete para chamar a própria sorte.
Daí convém, como poções que são,
que tragam o rótulo, o nome,
a função, a face que tem
- pérola,luxo,magia,
atração fatal, cigana, malícia, Gabriela, paris...-
Esmalte, amigo,não é cor,
nem vaidade,
nem nada daquilo que vc pensava.
Esmalte, amigo,
é mandinga da brava.
P.S:Essa que vos escreve porta nas mãos
a 'mandinga': Atrevida+Coral Chic.

Prazo de Validade


Nem sempre pode ser bom,
mas que não seja perecível...

A tirania da chapinha


'Meu cabelo duro é assim
cabelo duro de pixaim...'
(chiclete com banana)
A tirania da“chapinha”,
que faz a cabeça das mulheres
que não nasceram com cabelos lisos,
parece que está – como todas as tiranias –
com os dias contados.
As revistas de moda, as editorias
voltadas para o público
feminino recomeçam a valorizar
os cabelos crespos,os ondulados e cacheados,
num caminho inverso
ao que vinha sendo proposto e acatado,
com maior intensidade,
desde o início dos anos 90
e que ganhou maior consistência
e simpatia neste início de século.
Com certeza, a volta da moda ao cabelo natural,
vai servir de alívio também para o bolso.
Anualmente uma mulher gasta entre a chapinha,
hidratação e progressiva mais de R$ 1 mil.
Ruim será para os coiffeurs...
A moda da chapinha não é coisa nova.
Basta pesquisar para saber que as mulheres
sempre quiseram cabelos lisos.
No século XVI, elas passavam banha e sebo.
Séculos depois, era ácido sulfúrico diluído.
No século IX, descobriram alisamento
aquecendo duas barras.
No século passado, foi a vez do henê
ou com ferro a 100° C evaporar
o hidrogênio dos cabelos, alisando.
O protótipo da chapinha que conhecemos
é invenção do engenheiro norte americano Isaak Shero,
dono da marca Flat Iron.
A moda foi parar em Paris e se espalhou pelo mundo.
O uso da eletricidade nas chapinhas
começou nos anos 80 com o uso da cerâmica.
Hoje, podemos dizer que é uma febre.
E a febre está passando...
Viva a diferença!

Finitude


°°Somos seres finitos.
Mas, finitos em quê?
Será que a morte é o nosso único fim?
Não.
É certo que a finitude nos ronda
em qualquer ato que possamos realizar.
Somos seres finitos a cada segundo em nossas vidas.
Se pensarmos na finitude em um sentido amplo,
ela significa toda nossa limitação e fragilidade.
E em um sentido restrito ela seria pré-condição
de nossa liberdade de escolha.
Cada escolha dá fim a outras tantas,
e isto nos angustia.
Isso é uma tremenda crueldade:
a escolha é finita
e as possibilidades de escolhas
são infinitas.
Ora, temos que a todo momento
pensar se fizemos a melhor escolha
em detrimento (fim) de tantas outas.
Nos desesperamos pelas escolhas que não fizemos,
pelas que poderíamos ter feito
e por aquelas que fizemos.
A morte é um aviso do que há fim implícito
em tudo que fazemos.
E isto não deve ser entendido
com uma visão pessimista,
mas sim com uma visão otimizada
de cada escolha que estaremos por fazer.
A morte, segundo Heideger,
se repete em cada situação de escolha.
Para ele, assumir a morte
como possibilidade presente a cada instante,
é o mais responsável passo na busca
de uma existência autêntica e criativa.
Mais do que finitos, somos livres para escolher,
com toda angústia inerente a esse processo.
Quando escolhemos de forma consciente
do que estamos perdendo e ganhando
e para que estamos escolhendo,
somos sujeitos de nossa existência.
E, então poderemos morrer e deixar morrer,
dizendo que foram feitas as melhores escolhas
até aquele momento.°°
Flávia Machado
Psicologa Existencial

Acredito


¨na velhice (...)a alma sobra-nos
de um corpo demasiado pesado,
destrambelhado,
horrivelmente nosso.
(...) Um corpo fora do tempo,
porque a data que nele marcam os olhares dos outros
não coincide com a data que nele marcam
os desejos que os animam¨.
A instrução dos amantes, Inês Pedrosa, p. 116

Friozinho na barriga


'Daqui pra frente
Tudo vai ser diferente
Você tem que aprender a ser gente
Seu orgulho não vale nada, nada
Você tem a vida inteira pra viver
E saber o que é bom e o que é ruim
É melhor pensar depressa e escolher
Antes do fim
Você não sabe
E nunca procurou saber
Que quando a gente ama pra valer
Bom mesmo é ser feliz e mais nada, nada'
(Se vc pensa - Roberto Carlos)

O grande dia é hoje.
Comemorando 9 anos!
Ipe, ipe, Urraaaa!!!
Daqui para frente
tudo vai ser diferente
Caminhando sempre em frente
e tentando crescer
com o mínimo de dor...ui!
P.S:Decisões difíceis fazem parte da vida.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Doe Palavra

Boa ação com palavras.
Acesse e mande sua mensagem
de força aos pacientes com câncer
do Instituto Mario Penna:
http://www.doepalavras.com.br/

Fim de papo?


É um assunto recorrente aqui no blog,
mas acredito ser de suma importância ,
por isso continuo batendo nessa tecla sobre
a falta que uma boa conversa faz.
A falta de diálogo anda atrapalhando
nossos relacionamentos...
Diálogos bem sucedidos trazem entendimento,
compreensão, troca e paz de espírito.
Sem eles nossa qualidade de vida cai.
Falar é uma necessidade orgânica.
Outros animais até se comunicam,
mas conversar, trocar idéias,isso só
nós podemos.
Observem:
Nós só evoluímos por conta
da nossa capacidade de comunicação
e não o contrário.
A linguagem antecedeu o pensamento.
Foi o esforço para comunicar palavras
que desenvolveu nosso cérebro de tal
forma que começamos a pensar.
Quando explicamos alguma coisa para alguém,
acabamos entendendo melhor o que dissemos,
pois precisamos organizar os pensamentos e sentimentos
-este é princípio básico da terapia-
dizer ao seu terapeuta
para dizer a si mesmo.
O contato físico é a primeira linguagem que aprendemos.
Numa época em que nos comunicamos
quase que exclusivamente por email,
msgs de texto,redes sociais,...
estamos focados apenas na palavra.
E pior, apenas a palavra escrita.
Fica faltando o ingrediente essencial para
uma conversa franca:
Contato com a pele,
estar frente a frente para podermos usar
toda nossa linguagem corporal,
linguagem essa essencial para o perfeito
entendimento entre os seres humanos.
A velocidade com que estamos nos comunicando
tem prejudicado as relações.
Precisamos regredir um pouco nesse campo.
Dar atenção aos detalhes.
Praticar mais uma slow comunication.
Falamos com 50 amigos por dia...
mas e a qualidade da conversa?
Com quantos deles realmente batemos um papo?
A importância de prestar atenção,
no ouvir,no falar está se esvaindo.
Os novos meios devem ser vistos como acessórios que
vieram agregar, ajudar, mas jamais devem ser um empecilho
ao nosso contato humano.
Vamos aos poucos aprendendo como usar cada meio,
com toda sua comodidade e eficiência,
mas sem deixar que fiquemos reféns desse tipo de relação.

Das Artes - Um olhar atento


A arte não cura os males,
não opera opera milagres
nas nossas mentes,
tampouco nos deixa mais cultos
da noite para o dia.
Mas o exercício imaginativo
que ela oferece
faz um bem fundamental.
obs:O bem aqui não é sinônimo apenas de contentamento,
já que uma obra de arte pode nos causar angústia.

Sempre Vinícius...


'E por falar em saudade onde anda você
Onde andam seus olhos que a gente não vê
Onde anda esse corpo
Que me deixou louco de tanto prazer
E por falar em beleza onde anda a canção
Que se ouvia na noite dos bares de então
Onde a gente ficava,onde a gente se amava
Em total solidão
Hoje eu saio na noite vazia
Numa boemia sem razão de ser
Na rotina dos bares,que apesar dos pesares,
Me trazem você
E por falar em paixão, em razão de viver,
Você bem que podia me aparecer
Nesses mesmos lugares, na noite, nos bares
Onde anda você?'

domingo, 25 de abril de 2010

Maneiras e Maneiras


Você pode até fazer as mesmas coisas,
mas faça diferente.

Alerta


'A palavra é metade de quem a pronuncia
e metade de quem a ouve.'

Montaigne

Naikan

Naikan significa 'olhar para dentro'.
Essa filosofia nos mostra como
ver o mundo sob o ponto de vista
de outras pessoas, seres e objetos.
Através dela podemos enxergar
mais concretamente que
o que recebemos é sempre
infinitamente maior
do que o que damos.
Veja mais em:

Identificação?

O cachorro é considerado o melhor amigo do homem,
mas será que essa proximidade faz com que eles
fiquem parecidos conosco?
Em um estudo feito em 2004,
pesquisadores de São Diego constataram
que pessoas geralmente escolhem cachorros
parecidos com elas, ainda mais quando são cães de raça.
A semelhança geralmente é vista em traços
como o cabelo ou até mesmo expressões faciais.

Corações de Alcachofra


Na Internet existem milhares de sites de relacionamentos,
mas o Marmitelove tem um tempero diferente:
quer agarrar seus usuários bons de garfo
também pelo estômago.
A idéia do site é colocar solitários
para compartilharem gostos, boas receitas,
dicas de pratos,bons restaurantes,
enfim, prazeres da culinária.
A idéia nasceu na França
com a intenção do casamento entre paladares
se transformar em casamento entre corações.
Visite:

'A todos que sobem e a todos que descem, está no ar a TV Muro'

Um faxineiro da Prefeitura de Sabará (MG),
Francisco Dario dos Santos,
o Chiquinho, faz um telejornal diário
acompanhado de sua camerazinha VHS.
Ele anota sugestão dos transeuntes
para a pauta da programação.
Sua mãe, Dona Maria é a editora-chefe:
ela é quem dá a palavra final daquilo
que vai ao ar, numa TV 14''
que fica em cima do muro de casa.
A TV muro virou um curta metragem
em 2004 e foi tema de um documentário da ZDF
(maior emissora de televisão européia).
Confira em:

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Sempre assim


"Desejava uma boneca e quando
a ganhava ficava contente por pouco tempo,
logo desejava outra coisa.(...)
O desejo satisfeito não lhe trazia sossego,
sentia sempre, estar faltando alguma coisa.
Olhares compridos de menina triste
foram deixando marcas no rosto bonito.
O olho ficou um pouco caidinho,
parecia ter uma lágrima pendurada,
pronta a se derramar.
O canto da boca também começou a ficar
viradinho, muito pouco,mas viradinho para baixo.
Essa expressão não a enfeava,
pelo contrário,
fazia com que as pessoas se enternecessem,
tentassem satisfazê-la.(...)
Seu ar um pouco triste,
levemente desencantado,
parecia exercer fascínio nos homens.
Virou mulher bonita, rodeada de
mistério e silêncio.
Gestos econômicos, olhar de nostalgia
que procurava alguma coisa.
Casou-se com um homem mais velho
que se encantou com tamanho enigma.
Ela começou a sorrir,
a boca se abria em expressão larga de satisfação,
mostrava os dentes brancos
que traziam luz para seu rosto.
A voz encorpou em contralto profundo.
Sentia-se satisfeita, repleta finalmente.
Ganhou mais corpo, a pele mais viço.
(...)E algo começou a se delinear.
Pouco a pouco.
No início não se deu conta.
Apenas reparou que o riso aberto e sonoro da mulher
causava-lhe irritação,
que seu corpo desejoso o enfastiava.(...)
A satisfação dela, sua voz de contralto,
lhe causava desinteresse, certa repulsa.
Ela sentiu que algo faltava.(...)
A lágrima pendurada instalou-se no olho
novamente,a boca voltou a se desenhar
no choro quase imperceptível.
Tudo muito sutil.
Essa expressão não a enfeava,
pelo contrário.
Ficou mais interessante,
retomou o ar de mistério
que tinha perdido.
E também o silêncio.
Os gestos comedidos.
O marido apaixonou-se perdidamente."
Livro:Amores e Tropeços
Crônica:Sempre foi assim,desde pequena
Sylvia Loeb

Metrópole

°°Se por um lado a vida na metrópole me estressa,
por outro me possibilita o que mais valorizo:
não ter limites.°°
Livro:Amores e Tropeços
Crônica:Gosto de experimentar a vida
Sylvia Loeb

muito cedo ou muito tarde


-Pois é,deu vontade louca de vir para casa
antes, encontrar você.
Por que tão arrumada?!
Vai sair?
-É ia sair, aliás,vou sair, combinei com a Verônica,
sabe a Verônica?
Aquela minha amiga
de quem você não gosta muito,
aquela coitada, acabou de se separar do marido.
-Verônica?...pena...gostaria de ficar com você.
-Por que não me avisou mais cedo?
Por que não avisou antes,você tem essa mania,
faz as coisas sem avisar,
e quer que eu esteja a postos, te esperando.
-Não fique nervosa, não vamos discutir,
apenas queria ficar com você.
-...sei...assim de repente!?
-Você está muito bonita,muito bem arrumada,
a Verônica merece isso tudo?
Isso tudo é para ela?
-Que pergunta estranha! Por que essa pergunta?
-Nada não, apenas estou reparando, toda linda,
de vestido, você nunca usa vestido, perfumada,
acho que vou ficar com ciúme da Verônica.
-Que idéia!
-Vai fumar?!Assim de repente?
Faz tempo que você não fuma, não tinha largado?
Me dê um cigarro também, vou te acompanhar.
Fumar sozinha é como beber sozinha,
capaz de ficar deprimida.
-Você está deprimido?
-Eu?!
-Você está deprimido?
-Por que estaria?
-Seus olhos estão vermelhos, parece
que chorou., está com um ar
cansado, abatido.
-...é que eu...
-O que está acontecendo?
-...bem...
-O que está acontecendo?
-Nada, apenas saudades de você...
mas parece que você não...
acho que cheguei em hora errada, muito cedo
-...Ou muito tarde.
-Ou muito tarde...
Livro Amores e Tropeços
Crônica:Já chegou?Tão cedo?
Sylvia Loeb

A sorte dentro dela


Insistia numa crença que se tornava hábito...
Loucura? Supertição?
Teimosia? Excentricidade?
Não dispensava o vermelho
e o dourado na passagem do ano:
Garantia de amor e fortuna,dizia.
Queria ter a certeza que aquele seria
o ano das suas realizações.
Todo reveillon a mesma coisa.
Todos os anos bons.

lugares


...'Caminhos diferentes para ir aos mesmos lugares...'
Livro Amores e Tropeços
Crônica Casamento Longo
Sylvia Loeb

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Palavras e Silêncios


"Você deveria saber que o silêncio
também é uma resposta.
Nem toda resposta
precisa ser verbalizada".
(La Kepler)

Da boca

'Eu quero mais é beijar na boca
eu quero mais é beijar na boca
e ser feliz daqui pra frente...'
É da boca que sai a voz e o canto;
da boca saem também os gritos,
as palavras doces ou ásperas,
as verdades e as mentiras, os beijos.
Mais do que dar-nos a possibilidade de comunicar,
a boca aproxima-nos.
Por isso tudo e muito mais,
se atribui à boca um tão grande simbolismo
e carga sensual,
pelo menos nas culturas ocidentais.
No imaginário de cada um de nós,
a boca é um atributo de beleza e perfeição.
Não fosse assim não lhe dispensaríamos tantos cuidados
nem haveria tantos produtos e tratamentos de maquiagem
destinados a fazê-la parecer perfeita e desejável.

A verdade ecoa


"Ser feliz não significa que tudo é perfeito,
significa que você decidiu ver além das imperfeições."
(retirei do Facebook - postagem da minha amiga Carla)

Larica Total


Bateu aquela fome tarde da noite.
Baseada nas idéias do Larica Total,
programa sensacional do Canal Brasil,
fui olhar o que tinha na geladeira.
Combinando os ingredientes disponíveis,
montei um sanduíche para mim e outro p/ Jú.
Usei:
°Pão light sem casca
°Mostarda
°Mel
°Abacaxi
°Alface
°Agrião
°Cenoura ralada
°Blanquet de Peru
°Queijo muzzarella
°Queijo parmesão em lascas
Ficou delícia!
O da Jú substituí o abacaxi por
alcaparras e a mostarda com mel
por um molho de salada pronto
(caseiro da Hellman´s)
Outra delícia...
Acho que já dá para abrir um negócio.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Léguas e léguas sem descanso


'Quero beijos sem trégua
Quero 7 mil léguas
sem descansar...'
(Cabide - Ana Carolina)

O que há


°°Porque para se estar aqui
com um pouco que seja
de conforto na alma
há que se ter riso.
Há que se ter fé.
Há que se ter a poesia dos afetos.
Há que se ter um olhar viçoso.
E muita criatividade.°°
(Ana Jácomo)

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Loucos


"O louco é a carta essencial do Tarô...
Não é um jogador comum, mas o imprevisível,
que pode sair driblando cinco
e fintar uma muralha com cisco de calcanhar.
Um grande time é aquele que tem um louco,
os times inesquecíveis
são os que tiveram a sorte de contar com dois.
Time com três não dá certo, é manicômio,
os loucos passam a disputar
excentricidades e se anulam."
.:Carpinejar:.

Aquilo que só vc vê


'Aprender a olhar
para poder enxergar.'

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Fazer 'bonito' diariamente


"Troque experiências, troque risadas, troque carícias.
Não é preciso chegar num momento limite
para se dar conta disso.
O enfrentamento das pequenas mortes
que nos acontecem em vida
já é o empurrão necessário.
Morremos um pouco todos os dias,
e todos os dias devemos procurar
um final bonito antes de partir."
Martha Medeiros

Falha nossa


beijo melado
beijo de mãe
beijo demorado
beijo dengoso
beijo selinho
beijo na chuva
beijo de filha
beijo apressado
beijo gostoso
beijo amigo
beijo roubado
beijo sonhado...
Ontem foi dia do beijo...
Até pra isso tem data!
Vamos beijar muito ,bastante,
demasiadamente, todo dia, toda hora,
até dar cãimbra.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Apreciando...


as coisas mais simples.

Identidade Secreta


§É preciso levar dentro de si um pouco de deboche,
um tanto de amor universal,
lembranças daquele bilhetinho,
trechos de algumas canções que acalmam
ou fazem sorrir (a letra inteira, melhor).
É preciso ter algo de puro e de malandrinho
escondido dentro de você.
É preciso saber que não é fraqueza a nossa candura.
É preciso carregar um ou dois poemas
e a certeza de que a existência é, e basta.
É preciso lembrar que se é mais do que se faz,
mais do que se diz, mais do que se vê.
É preciso ter um sorriso guardado dentro do peito.
Às vezes escancarado.
Às vezes de canto de boca,
com o olhar de "eu sei a sua identidade secreta".
E caminhar com isso por aí,
sem que ninguém perceba.
Alguns perceberão.
E vão te olhar daquele jeito...
"Eu sei a sua identidade secreta!"§
(Heresia Loira)

five, six, seven...


¨Close my eyes
Count to ten
I wish that you are here again.¨

A insustentável...


"A ausência total de fardo leva o ser humano
a se tornar mais leve do que o ar,
leva-o a voar, a se distanciar da Terra,
do ser terrestre, a se tornar semi-real,
e leva seus movimentos a serem tão livres
como insignificantes."
A Insustentável Leveza do Ser
Milan Kundera

Pelo buraco do umbigo


"O umbigo de Isaura era mágico.
Se a gente olhasse com atenção,
sem pensar em mais nada,
ele se abriria feito caleidoscópio.
Cores diversas, desenhos geométricos se alternavam,
conforme o movimento maravilhado dos olhos.
Com paciência, a paisagem se transmutava.
Inicialmente em floresta densa e muito verde,
depois em praia, mar e montanha,
paisagem lunar também.
Às vezes tempestade; outras, terremoto.
Até chuva de granizo.
Isaura tinha de ficar quieta, respirando devagar
e pausadamente, expondo seu umbigo mágico
a quem elegesse.
Ao menor vacilo do expectador,
a paisagem se fechava,
e o umbigo surgia na sua banalidade habitual,
no meio da barriga.
Isaura baixava a blusa e nunca mais o mostrava."
trecho do livro Amores e Tropeços
.:Sylvia Loeb:.

Já dizia Manoel Bandeira:


°°Porque os corpos se entendem,
mas as almas não.°°

Constelação


Moça,tuas sardas são estrelas
fugidas do firmamento
que encontraram lugar sereno
aninhadas em teu corpo.
Moça, teu sorriso quando nasce
se espalha pelas estrelas
dão-lhe um brilho especial
e transformam tua constelação
em meu Universo.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Ditados Revisados


'Experiência é o que você obtém…
quando não obtém o que quer.'

sábado, 10 de abril de 2010

Sobre o acaso


'A vida não está aí para ser entendida.
E, por mais angustiante que essa descoberta
possa nos parecer,
é ela também que nos garante a liberdade.
Liberdade de viver sabendo que as certezas
são sempre incertas, que as escolhas contêm
sempre aquilo que deixamos de lado.
Pois é só então, quando perdemos de vez a ilusão
de que um dia seremos acolhidos num conto de fadas,
quando atravessamos os limites do programado,
do bonito e redondo, é que podemos ser tocados
por tudo aquilo que nos cruza o caminho.'
(Tatian Salem Levy - Trecho de Sobre o Acaso)

Saturday (Day Fever)

Sábado é dia de criançada
aqui em casa.
Dia de animação,gritaria,
brincadeiras, lanche gostoso...
Hj fiz um brigadeiro para homenagear o fds.
Daqui a pouquinho já vai estar frio
para enrolar.
P.S:Tô me divertindo mais que elas...

Livros são passaportes


"Cada palavra descortina um horizonte,
cada frase anuncia outra estação.
E os olhos, tomando das rédeas, abrem
caminhos, entre linhas, para as viagens do pensamento.
O livro é passaporte, é bilhete de partida.
A leitura guarda espaço para o leitor imaginar
sua própria humanidade e apropriar-se de sua fragilidade,
com seus sonhos, seus devaneios e sua experiência.
A leitura acorda no sujeito dizeres insuspeitados
enquanto redimensiona seus entendimentos.
Temos a certeza de que
o mundo pessoal é insuficiente.
Há que buscar a si mesmo na experiência do outro
e inteirar-se dela.
Tal movimento atenua as fronteiras e a
palavra fertiliza o encontro.
Fundamental, ao pretender ensinar a leitura,
é convocar o homem para tomar da sua palavra.
Ter a palavra é, antes de
tudo, munir-se para fazer-se menos indecifrável.
Ler é cuidar-se, rompendo com as grades do isolamento.
Ler é evadir-se com
o outro, sem contudo perder-se nas várias faces da palavra.
Ler é encantar-se com as diferenças."

Beleza caseira


Máscara para clarear manchas

Hipoglos
1 tampa de Bepantol
Misture os ativos, aplicar com pincel
e deixar por 25 minutos.
Lavar bem e aplicar filtro solar.
3 x por semana

Máscaras de hipoglos
Todos os tipos de pele


Limpe bem o rosto com uma loção de limpeza
Aplique alguns pontinhos de Hipoglos no rosto
(testa, bochechas,nariz e queixo, dissolvido com Vitamina A)
Em seguida espalhe o Hipoglos
em todo rosto massageando,
até que fique uma máscara. No outro dia lave bem o rosto para retirar os resíduos da máscara.
Usar de 2 a 3 vezes na semana (antes de dormir).
INDICAÇÃO: SUMIÇO DE MANCHAS,
MACIEZ E CLAREAMENTO DA PELE


Máscara Firmadora

1 folha de alga (nori, usada para sushi)
1 clara de ovo
1 colher de sopa de hipoglos

Bater tudo no liquidificador, passar com um pincel sobre o rosto. Aguarde 30 minutos e quando secar,retirar com água fria.

Hypoglós

É esse mesmo usado em
assadura de neném.
Um santo remédio.
Cura tudo!
E é ótimo para a pele...
Antes de vc gastar rios de dinheiro com
produtos 'mudernos',
caros e ineficazes,
dá uma passadinha na farmácia
mais próxima e compre
essa maravilha.
Precisamos olhar mais atentamente
para as coisas simples,
nelas encontraremos as respostas...
Atenção:Não estou ganhando nada pela propaganda do produto.
Só dividindo com vcs minha experiência bem sucedida.

interligados


'Nenhuma história existe isoladamente.
As histórias às vezes se justapõem
como azulejos numa parede,
às vezes se superpõem umas às
outras como pedras no leito de um rio.'
Trecho de:
'As 5 pessoas que vc encontra no céu'
.:Mitch Albom:.

É logo ali...


Pelo seu prestígio nos meios intelectuais,
pela beleza arquitetônica do edifício da sua sede,
pela importância do acervo bibliográfico
e ainda pelas atividades que desenvolve,
o Real Gabinete Português de Leitura é
uma instituição notável.
Em 14 de Maio de 1837,
um grupo de 43 emigrantes portugueses
do Rio de Janeiro reuniu-se na casa
do Dr. António José Coelho Lousada,
e resolveu criar uma biblioteca
para ampliar os conhecimentos
de seus sócios e dar oportunidade aos portugueses
residentes na então capital do Império
de ilustrar o seu espírito.
O Real Gabinete encontra-se
na Rua Luís de Camões, 30
Centro - RJ.
Telefone: (+ 55 21) 2221-3138 Tel/Fax: (+ 55 21) 2221-2960
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira,
das 9 às 18 horas.