segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

sê alguma coisa...


Sê um ramo, 
se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, 
sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

ano terminando...

e sensação de dever quase cumprido.

Então é Natalllllll


carinho nunca é demais

Deixaria todas as coisas por amor.
Como não posso,
deixo amor em todas as coisas.

sem blá,blá,blá

"Que as atitudes renovem o poder das palavras. 

E que a palavra volte a ser novamente atitude."
Fabrício Carpinejar

domingo, 8 de dezembro de 2013

Luxo...


“Le luxe, 
ce n'est pas le contraire 
de la pauvreté 
mais celui de la vulgarité.” 
Coco Chanel

perturbações


'O que perturba e intimida 
O meu espírito forte 
Não é a certeza da morte, 
Mas a incerteza da vida.'

Questões Existenciais

Tantos livros para ler
e tão pouco tempo...

se liga...


Ommmmmm

'Pessoas que  não conseguem

 nem ser nem ter, 
tem como  objetivo  parecer.'

Novo Regime


Raridade


(...)O personagem literário (e sua circunstância) 
é fruto de um ato fotográfico 
como aquele que Walter Benjamin 
concebeu na formulação do inconsciente óptico: 
a fotografia revela algo invisível.
Se toda arte é fotografia, logo, 
a arte é esta revelação de algo não sabido 
e que, no entanto, estava ali. 
A literatura é capaz de revelar algo invisível (...)
É isso que permite dizer que a psicanálise
também é uma leitura do ser humano 
que a literatura desenha em caracteres mais ou menos cifrados.
O dito de que “para um bom leitor meia palavra basta”
vale aqui para as duas esferas.
Problema tanto da psicanálise 
quanto da literatura é que bons leitores são raros.
Mais em:

Fazendo, refazendo, acontecendo


Noel no divã


Das escolhas


domingo, 24 de novembro de 2013

Mike Tyson Returns Evander Holyfields' Ear Back



Há quinze anos, em Las Vegas, Mike Tyson disputava o cinturão mundial
 contra Evander Hollyfield, quando, de repente, 
mordeu e arrancou a orelha de Hollyfield.

Após 15 anos, uma campanha publicitária, 

juntou os dois pugilistas que protagonizaram 
um dos lances mais polêmicos da história do esporte. 
No anúncio, Mike Tyson pede desculpas a Hollyfield 
e devolve sua orelha. 
Em seguida, Evander dá um abraço caloroso em Tyson 
selando a paz entre os dois.

O vídeo faz parte da campanha para promover a “Semana de Grandeza”, 

da marca de tênis esportivos Foot Locker. 
O comercial da campanha, que tem como slogan “Perdoar e Esquecer”, 
ainda reúne outros astros do esporte estadunidense 
como os jogadores de basquete Dennis Rodman e Kyrie Irving 
e o jogador de futebol americano Brett Favre.

belezuras


Todos os dias devíamos ouvir um pouco de música, 
ler uma boa poesia, 
ver um quadro bonito e, se possível, 
dizer algumas palavras sensatas
Goethe

em treinamento todos os dias


Há muitas pessoas de visão perfeita
que nada vêem...
O ato de ver não é coisa natural.
Precisa ser aprendido.

(Rubem Alves)

Vc é o que vc come...


curto prazo


Se vc pensa que educação é uma coisa cara,
espere para ver quanto lhe custa sua ignorância.


                                                                                              John M. Capozzi

Immagine: Grancel Fitz

Complicar pra que?


quarta-feira, 20 de novembro de 2013

loucura

 °°se não há uma realidade última, 
se não há uma verdade absoluta, 
não seria que, 
desde este ponto de vista, 
todos são loucos ou mesmo ninguém o é?°°

Casamento- Modo de Usar:


”Case-se com alguém que adore te escutar contando algo banal

 como o preço abusivo dos tomates,
 ou que entenda quando você precisar filosofar 

sobre os desamores de Nietzsche.
Case-se com alguém que você também adore ouvir. (...)

Se aquela pessoa não te faz rir, também não serve para casar. 
Vai chegar a hora 
em que tudo o que vocês poderão fazer, é rir de si mesmos. 
E não há nada mais cruel do que estar em apuros com alguém 

sem espontaneidade, sem vida nos olhos.
Case-se com alguém cheio de defeitos, irritante que seja,

 mas desconfie dos perfeitinhos que não se despenteiam. 
Fuja de quem conta pequenas mentiras durante o dia. 

Observe o caráter, antes de perceber as caspas.
Case-se com alguém por quem tenha tesão.

Principalmente tesão de vida. 
Alguém que não lhe peça para melhorar,
 que não te critique gratuitamente, 
alguém que simplesmente seja tão gracioso e admirável 

que impregne em você a vontade de ser melhor e maior, 
para si mesmo.
Para se casar, bastam pequenas habilidades. 

Certifique-se de que um dos dois sabe cumpri-las. 
É preciso ter quem troque lâmpadas 
e quem siga uma receita sem atear fogo na cozinha; 
é preciso ter alguém que saiba fazer massagem nos pés
e alguém que saiba escolher verduras no mercado. 
E assim segue-se: um faz bolinho de chuva, 
o outro escolhe bons filmes; 
um pendura o quadro e o outro cuida para que não fique torto. (...)
Passamos tanto tempo observando se nos encaixamos na cama, 
se sentimos estalinhos no beijo, 
se nossos signos se complementam no zodíaco, 
que deixamos de prestar atenção no que realmente importa:
os valores. 

Essa palavra antiga e, hoje assustadora,
 nunca deveria sair de moda. 
Os lábios se buscam, os corpos encontram espaços, 

mas quando duas pessoas olham em direções diferentes, 
simplesmente não podem caminhar juntas. 
É duro, mas é a verdade. 
Sabendo que caminho quer trilhar, relaxe! 
A pessoa certa para casar certamente já o anda trilhando. 
Como reconhecê-la? 
Vocês estarão rindo. 

Rindo-se.” 
Diego Engenho Novo 

Game Over


Poesia para todas as horas


Dia de pescaria

Vc tanto pode ser a isca, 
quanto o pescador.

em alguns casos, apenas sorria.


pontos de vista


Há quem invente desculpas pra desistir
e há os que as inventam, para continuar.

esperando resposta


Há perguntas que a gente não faz para os outros. 
Há perguntas que fazemos apenas para nós mesmos, 
pois, só a nossa resposta interessa.
Hideraldo Montenegro

pensado nos mínimos detalhes


Dona Hermínia - Internet

terça-feira, 1 de outubro de 2013

aprendendo um pouco mais a cada dia


Há muitas pessoas de visão perfeita
que nada vêem...
O ato de ver não é coisa natural.
Precisa ser aprendido.
((Rubem Alves))

Menos desculpas, Mais Ação!

'Ninguém comete erro maior 
do que não fazer nada 

porque só pode fazer um pouco'
Edmund Burke

Só é bom pra malhar!


Falta Coragem!

°°O que falta é coragem. 
E tempo. 
Tempo de olhar em volta e coragem de bater de frente. 
Quando foi a última vez que você tomou banho de chuva 
sem se preocupar com o celular no bolso, 
os cartões do banco, 
a chapinha, 
o sapato que não pode molhar? 
As pessoas têm que se permitir. 
Aprender o atraso, 
o olhar em volta. 
Mudar o caminho de todos os dias 
e se perder no seu próprio bairro.
 É o que tenho feito, me perder. 
E devo dizer que estou muito feliz 

por não encontrar o caminho de volta.°°
(Veronica Heiss)

Vida...

Feita de pequenas delicadezas
e lindezas.

Entendimento comprometido

“O problema mora na interpretação:
 as pessoas entendem como querem entender.” 
— Camila Costa

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Em total sintonia com Veríssimo


Incrível como no mesmo dia da publicação dessa crônica
estava divagando sobre esse tema enquanto percorria a Rua São Clemente.
Não usei a poesia do querido autor, mas o ponto de vista foi idêntico.

Nossa missão 
LUIS FERNANDO VERISSIMO-O GLOBO - 22/09

'Você e eu ficamos aí especulando sobre o que a vida
quer de nós, e só o que a vida quer é continuar'
Você e eu estamos na Terra para nos reproduzirmos.
Nossa missão é transmitir os nossos genes,
 multiplicar a nossa espécie e dar o fora.
Tudo o mais que fazemos,
tudo a mais que nos acontece,
ou é decorrência ou é passatempo.
O que vem antes e depois dos nossos anos férteis
 é só o prólogo e o epílogo.
Se a Natureza quisesse otimizar seus métodos
já nasceríamos púberes e morreríamos assim que nossos filhos,
que também nasceriam púberes,
pudessem criar seus filhos (púberes)
sem a ajuda dos avós.
Daria, no total, aí uns 35, 40 anos de vida, e adeus.
O que resolveria a questão demográfica do planeta e,
claro, os problemas da Previdência.
Mas a Natureza nos dá o resto da vida
— a infância e a velhice
e todos os prazeres extrarreprodutivos do mundo,
inclusive os sexuais — como brinde.
Como um chaveiro, um agradecimento pela nossa colaboração.
A laranjeira não existe para dar laranja,
existe para produzir e espalhar sua própria semente.
A fruta não é o objetivo da planta frutífera,
 é o que ela usa para carregar suas sementes, é o seu estratagema.
Agradecer à laranjeira pela laranja é não entendê-la.
Ela não sabe do que nós estamos falando.
Suco? Doçura? Vitamina C? Eu?!
Você e eu ficamos aí especulando sobre o que a vida quer de nós,
e só o que a vida quer é continuar.
Seja em nós e na nossa prole,
seja na minhoca e na sua.
Nossa missão, nossa explicação,
é a mesma do rinoceronte e da anêmona.
Estamos aqui para fazer outros iguais a nós.
Isto que chamamos, carinhosamente, de “eu”,
com suas peculiaridades e sua biografia única,
 não é mais do que uma laranja personalizada.
Um estratagema da Natureza,
a polpa com que a Natureza protege a nossa semente
e assegura a continuação da vida.
Enfim, um grande mal-entendido.
E os que passam pelo mundo sem se reproduzir?
São caronas.
Mas ganham o brinde da vida assim mesmo.

A Natureza não discrimina.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

ainda existem cartas de amor


"Que os telefones toquem
Que as cartas cheguem
Que os corações se declarem
E que o romantismo permaneça!"
- Yasmin.
(Cor-ação)


psicologia de buteco


domingo, 15 de setembro de 2013

Dicas da Nutricionista


dos interesses


Tudo de bom

A felicidade aparece para aqueles que choram. 
Para aqueles que se machucam. 
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
(Clarice Lispector)

Vida

'A experiência é um trafegar constante na ilusão, 
uma repetida procura de interação 
entre a criatividade 

e aquilo que o mundo tem a oferecer.'
 Winnicott