sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Amor com ressonâncias...

Amor para dividir alegrias,
delicadezas e alguns sonhoso
o suficiente para continuar a criar a magia do amar...
e ser amado.
Daqueles que dá vontade de acordar mais cedo para levar café na cama,
de ligar no meio do dia para dizer que sentiu saudade,
de fazer bobagens, escrever bilhetinhos,
fugir na madrugada em busca do desconhecido...
um amor que seja infinitamente bom enquanto dure...
e que de preferência dure pra sempre.
Amor fiel, honesto, bondoso, paciente
que sabe sussurrar no meu ouvido palavrinhas gostosas
para antes e depois do amor.
amor que invadiu meu mundo devagarinho
e me convenceu que vale a pena ficar.
Amor quentinho... daqueles que não grudam na pele no verão
mas que aquecem que nem edredom quando chega o inverno.
Amor de dormir agarrado,
de dançar colado
e beijar a todo instante.
Amor companheiro,
amigo,
amante,
que gosta de pipocas em tardes de chuva
e anda de mãos dadas comigo pela vida....
por toda minha vida!!!

O VERBO NO INFINITO

☆•:*´`*:•.☆☆•:*´`*:•.☆☆•:*´`*:•.☆☆•:*´`*:•.☆
Ser criado, gerar-se, transformar
O amor em carne e a carne em amor;
nascer
Respirar, e chorar, e adormecer
E se nutrir para poder chorar
Para poder nutrir-se; e despertar
Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir
E começar a amar e então sorrir
E então sorrir para poder chorar.
E crescer, e saber, e ser, e haver
E perder, e sofrer, e ter horror
De ser e amar, e se sentir maldito
E esquecer tudo ao vir um novo amor
E viver esse amor até morrer
E ir conjugar o verbo no infinito. . .
Vinicius de Moraes
☆•:*´`*:•.☆☆•:*´`*:•.☆☆•:*´`*:•.☆☆•:*´`*:•.☆
Tudo que nos decepciona
obriga-nos a refletir nossa escala de valores!!!!
Bambeia
Cambaleia
É dura na queda
Custa a cair em si
Largou família
Bebeu veneno
E vai morrer de rir
O sentimento é algo inexplicável..
Digo q te amo;
Mas nem sei o q é o amor.
Como afirmo com tanta certeza!!??
Mas minha convicção fala mais alto;
Ela tem dúvidas, mas não tem medo de errar;
Por isso existem falsas amizades;Amores acabados.
Enfim o conhecimento pelo sentimento não é concreto..
"O que me mata é o cotidiano. Eu queria só exceções."
(Clarice Lispector)
"Onde quer que você vá, vá com todo coração"
Confúcio

Morena Tropicana

Da manga rosa quero gosto e o sumo
Melão maduro sapoti joá
Jaboticaba seu olhar noturno
Beijo travoso de umbú cajá
Pele macia, é carne de cajú
Saliva doce, doce mel, mel de urucú
Linda morena fruta de vez temporana
Caldo de cana caiana
Vou te desfrutar
Linda morena fruta de vez temporana
Caldo de cana caiana
Vem me desfrutar
Morena tropicana eu quero teu sabor
Ai, ai, ai, ai
Morena tropicana eu quero teu sabor
quando eu disser que aiai você diz que é oioi
quando eu dizer que é oioi você diz que é aiai:
aiai
oioi
oioi aiai

Ą lυα qυє єυ тє đєί

ㄗσѕѕσ тє Բαlαr đσѕ ѕσหђσѕ,
đαѕ Բlσrєѕ đє cσмσ α cίđαđє мυđσυ
ㄗσѕѕσ тє Բαlαr đσ мєđσ,
đσ мєυ đєѕєjσ 
đσ мєυ αмσr 
ㄗσѕѕσ Բαlαr đα тαrđє qυє cαί 
є ασѕ ρσυcσѕ đєίxα νєr หσ cέυ α lυα 
qυє υм đία єυ тє đєί 
Gσѕтσ đє Բєcђαr σѕ σlђσѕ, 
Բυgίr đσ тємρσ, đє мє ρєrđєr 
ㄗσѕѕσ αтέ ρєrđєr α ђσrα, 
мαѕ ѕєί qυє jά ραѕѕσυ đαѕ ѕєίѕ 
Sєί qυє หãσ ђά หσ мυหđσ 
qυєм ρσѕѕα тє đίzєr: 
Qυє หãσ έ тυα α lυα qυє єυ тє đєί 
ㄗrα вrίlђαr ρσr σหđє νσcê Բσr 
றє qυєίrα вєм 
Ðυrмα вєм 
றєυ αмσr... 
Єυ ρσѕѕσ Բαlαr đα тαrđє qυє cαί 
є ασѕ ρσυcσѕ đєίxα νєr หσ cέυ α lυα 
qυє υм đία єυ тє đєί 
ㄗrα вrίlђαr 
ㄗσr σหđє νσcê Բσr 
றє qυєίrα вєм 
Ðυrмα вєм 
றєυ αмσr...
Moço, cuidado com ela!
Há que se ter cautela com esta gente que menstrua...
Imagine uma cachoeira às avessas:
cada ato que faz, o corpo confessa.
Cuidado, moço às vezes parece erva, parece hera
cuidado com essa gente que gera
essa gente que se metamorfoseia metade legível, metade sereia.
Barriga cresce, explode humanidades
e ainda volta pro lugar que é o mesmo lugar mas é outro lugar,
aí é que está: cada palavra dita, antes de dizer, homem, reflita..
Sua boca maldita não sabe que cada palavra é ingrediente
que vai cair no mesmo planeta panela.
Cuidado com cada letra que manda pra ela!
Tá acostumada a viver por dentro, transforma fato em elemento a tudo refoga,
ferve, frita ainda sangra tudo no próximo mês.
Cuidado moço, quando cê pensa que escapou é que chegou a sua vez!
Sou muito sua amiga e conheço cada uma delas...
Você que saiu da fresta dela delicada força quando voltar a ela.
Não vá sem ser convidado ou sem os devidos cortejos..
Às vezes pela ponte de um beijo já se alcança a "cidade secreta"
Cuidado, moço, você cai na condição de ser displicente diante da própria serpente
Ela é uma cobra de avental
Não despreze a meditação doméstica
É da poeira do cotidiano que a mulher extrai filosofando cozinhando, costurando
e você chega com mão no bolso julgando a arte do almoço.
Estamos citando o princípio do mundo...

Homenagem a nós: Cariocas!

SER CARIOCA...
É duro admitir mas ser carioca é falar sem medir consequências.
É dizer "vem" e se assustar com o tocar da campainha.
Ser carioca é não ter hora de ir pra praia nem ter hora pra sair de lá.
É de repente nem aparecer.
É a cultura da espontaneidade que só quem é, sabe.
Só quem mora no Rio, entende.
É mudar de opinião, mudar de atitude ao sentir vontade.
Desejo, logo faço.
Não quero, tudo bem.
É ser sincera ao falar e verdadeiro ao omitir.
É viver sem obrigações.
Ser responsável com o seu querer.
Ser carioca é ser natural.
É confiar nos próprios instintos.
É encontrar com celebridade na rua e virar o rosto para olhar o pôr-do-sol.
É ser blasé com a própria rotina.
É sorrir para o surreal.
É sair para a night de havaianas e cabelo molhado.
Ir para o shopping como quem muda de cômodo.
É fazer de tudo uma ida à esquina.
É ver o inédito como óbvio.
É dizer sim sem balançar a cabeça e depois virar pro lado e dizer: "Ahn?"
Ser carioca é voltar pra casa depois de trabalhar e olhar a paisagem verde.
É dormir até tarde sem pressa de viver.
Porque a vida está lá fora.
A natureza é aqui.
Sem pressa, sem compromisso.
É apenas sentir.
É gostar de roda de samba na esquina.
Sem clube nem turma.
É ser amigo do estranho.
É ver corpos bonitos passar e poder contemplar a beleza de ser e de estar.
É viver na cidade maravilhosa e não se orgulhar de monumentos.
É sorrir para qualquer mendigo na rua.
É conhecer barulho de fuzil, ter medo mas não se afligir.
Ser carioca é se permitir.
(Texto da CHICA)
A veces angel
A veces demonio
pero siempre YO!
"Sentou-se diante do papel vazio e escreveu:
comer
olhar as frutas da feira
ver cara de gente
ter amor
ter ódio
ter o que não se sabe e sentir um sofrimento intolerável
esperar o amado com impaciência
mar
entrar no mar
comprar um maiô novo
fazer café
olhar os objetos
ouvir música
mãos dadas
irritação
ter razão
não ter razão e sucumbir ao outro que reivindica
ser perdoada da vaidade de viver
ser mulher
dignificar-se
rir do absurdo de minha condição
não ter escolha
ter escolha
adormecer
mas de amor de corpo não falarei.
Depois dessa lista ela continuava a não saber quem ela era, mas sabia o número indefinido de coisas que podia fazer.
E sabia que era uma feroz entre os ferozes seres humanos, nós, os macacos de nós mesmos. Nunca atingiríamos em nós o ser humano.
E quem atingia era com justiça santificado.
Porque desistir da ferocidade era um sacrifício."
(Clarice Lispector)

Eu Comigo

Minha casa é meu hiato
entre passado e futuro.
Plural nas memórias,
singular na história.
Fora dela sou reticente...
Dentro sou transparente.
Minha casa é minha verdade,
lá não posso me esconder.
Minha casa é minha alma
com telhado e chaminé.
Descubro-me nela
e admito que minha casa
nunca foi minha,
-que tantos já se foram
e outro tanto ainda vem...
Mas minha casa sou eu:
Portas e janelas abertas
para minhas lembranças.
Minha casa é esperança
com jardim.
Minha casa sou eu
dentro de mim.
Me sabe pela raiz
quem conhece minha casa.

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Se o desempenho não atende às expectativas, desaponta;
se atende, satisfaz;
se supera, encanta.
Não conheço limites pro amor.
Mudo de idéia, graças a Deus.
Cuido de quem eu amo, amo quem me cuida.
A felicidade existe.
A esperança é a última que morre.
E estou aprendendo a merecer todo o amor que houver nessa vida...
"A gente se junta por afinidade,
mas depois vê que a maior riqueza
são as diferenças que se tem de um para o outro.
Isso enriquece,
muda pontos de vista
e nos faz prestar atenção nas razões dos outros
e não apenas nas atitudes."
(Rodrigo Amarante)

Mais e mais...

Uhuuu!
A postagem abaixo foi a de número 1000!!
Sigamos em frente...
Gostaria de poder de repente te dizer:
"Vamos voltar pra casa..."
Queria partilhar contigo
os momentos menores da minha vida,
porque os grandes já são teus.
(J G de Araújo Jorge)
A felicidade não é a ausência de conflito,
é a habilidade de lidar com ele.
Uma pessoa feliz não tem o melhor de tudo.
Ela torna tudo melhor.
AMAR...!!
Não é doar um pouco...
É doar sempre !
Não é superar uma ofensa...
É esquecê-la !
Não é se compadecer...
É ajudar mesmo que seja um grande incômodo!
Não é apenas sorrir...
É fazer sorrir as pessoas que estiverem ao seu lado
Viver não é medir a sua ajuda...
É ajudar sempre sem medidas...
Não é ajudar apenas os que estão por perto...
Mas estar sempre perto de todos aqueles que precisam de ajuda !
Quem realmente vive e ama
Não faz apenas o que pode,
Mas ama as pessoas de verdade,
Como se não houvesse um amanhã por vir!!
Meu amor sempre presente....!!
"O quereres e o estares sempre a fim do que em mim é de mim tão desigual
Faz-me querer-te bem, querer-te mal, bem a ti, mal ao quereres assim
Infinitivamente pessoal, e eu querendo querer-te sem ter fim
E querendo te aprender o total do querer que há e do que não há em mim"
Existem várias formas de amar, mas nem todas são capazes de sustentar um relacionamento.
E que o mais importante é a sinceridade integral, mas também é o caminho mais dolorido.
Rever a nós mesmos, como somos, quem somos e como pensamos a vida.
"Há pessoas que querem ser bonitas
para chamar a atenção,
Outras desejam a inteligência
para serem admiradas...
Mas há aquelas que procuram
cultivar a alma e os sentimentos;
essas alcançam o carinho de todos,
porque além de belas e inteligentes
realmente tornam-se pessoas"

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Verde por fora
Vermelha por dentro...
Meu objetivo diário é:
Tornar-se quem se é.
(Nietzsche)
"Entre razões e emoções, a saída é fazer valer a pena!!"
"Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra"

Nobre Vagabundo...

vivo de amor profundo...
sou perecível ao tempo,
vivo por um segundo...

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Realidade Torta

Poesias...
Eles estavam habituados ao silêncio.
Sempre viveram numa casa tão velha quanto eles,
e as paredes obedeciam-lhes à vontade de viverem sem muito ruído.
Viviam no sopé de um monte,
perto de um fresco riacho,
num pequeno paraíso perdido no meio das margaridas
que pintavam o horizonte na primavera.
Tantas histórias aquelas águas
e aqueles campos poderiam contar se falassem (…)
Fragmentos de Um Espelho
Às vezes querer saber demais… Usar porquês demais, pode tirar a magia que algumas coisas devem ter… Vez ou outra devemos aprender a apreciar… Simplesmente olhar e sonhar… O mistério às vezes faz parte do jogo e da vida…
"Faziam silêncio
não por não ter nada a dizer
mas porque o que tinham a dizer
não cabia em palavras."
(Rubem Alves)
“Não existe nada permanente, exceto a mudança”
Nietzsche

Resíduo

(…) Pois de tudo fica um pouco.
Fica um pouco de teu queixo
no queixo de tua filha.
De teu áspero silêncio
um pouco ficou, um pouco
nos muros zangados,nas folhas, mudas, que sobem.
Ficou um pouco de tudo
no pires de porcelana,
dragão partido, flor branca,
ficou um poucode ruga na vossa testa,retrato.
(…) E de tudo fica um pouco.
Oh abre os vidros de loçãoe abafa
o insuportável mau cheiro da memória.
Carlos Drummond de Andrade
“Exige muito de ti e espera pouco dos outros.
Assim, evitarás muitos aborrecimentos.”
Confúcio
comecei dezenas de histórias
e não terminei nenhuma,
não sei para onde vão as minhas personagens
porque começam a falar
e logo se calam.
No papel sucede-me o mesmo que fora dele:
a minha vida é um punhado de começos
suspensos
Miriam Reyes
Fechava as pálpebras escondendo o mundo, se isolando das incertezas que se formavam, corria entre as ruas invisíveis e travava uma luta oculta de todos os olhos.
A pouca luz destruía todas as imagens, que se perdiam em pedaços nas sombras do seu próprio corpo, rondava soturno cada passo na poeira do chão desenhando um destino.
Caminhava com passos fortes, olhos fechados rumo ao cimo de uma montanha de onde avistaria um sonho azul, queria contar cada estrela que nascia… Queria voar na noite escura entre os pontinhos de luz…
Queria deitar do seu lado e deixar o mundo girar…
Sim eu me perdi, não consegui prestar atenção a mais nada, assim que eu ouvi o badalar dos sinos, me perdi no som que reverbera daqueles gomos metálicos, viajei tão longe, ouvi sua voz, vi seu sorriso, sim era meio dia e eu me perdi nos sinos pensando em você, enquanto todo resto do mundo parou, ou foi eu, fiquei ali as 12 badaladas,
12 pensamentos,
12 beijos, 12 abraços,
12 sorrisos,
12 eternidades,
eu me perdi pensando em você…
«Quero dizer mais
e digo: mais
Mas cada vez
digo menos
o mais que sei
e sinto»
“Estamos sempre a perder coisas,
as mais frágeis, ou as que caem pelo caminho
quando abrimos os braços para receber.
A nossa vida nunca tem as mesmas palavras
para o que transportamos,
mas tudo o que achamos nos deslumbra
a casa, cheia de coisas que temos,
ou não temos cada dia.“
Rosa Alice Branco
“Pensar letras
sentir palavras
a alma cheia de dedos“
Alice Ruiz
"...A terra é feita de céu.
A mentira não tem ninho.
Nunca ninguém se perdeu.
Tudo é verdade e caminho.“
«De repente toda mágica se acabou e na nossa casinha apertada
Tá faltando graça e tá sobrando espaço
Tô sobrando num sobrado sem ventilador
Vai dizer, que nossas preces não alcançaram o céu
Coração, que inda vem me perguntar o que conteceu
Contece seu rosto por acaso ainda tem o gosto meu»
(Teatro Mágico)
De que color son los camaleones cuando se miran en un espejo?

Zaratustra

Para Nietzsche, em semelhança ao pensamento heraclítiano, o abismo por ser o mais fundo é o mais elevado, é a vida nela mesma, é o lugar do homem.
Nesse sentido, é na junção entre cume e abismo que se dá a vida num constante fazer e esforço, pois ao tentar ir a profundidade da existência, com empenho, encontramos, na verdade, o fundamento da vida, isto é, o pináculo, donde podemos afirmar que cume e abismo são um e o mesmo, pois no abismo (na profundidade) encontramos o cume (fundamento) da vida.
E é nesse eterno devir que se instala a vida em sua plenitude.

O amor nos tempos do coléra

García Márquez, desenovela seu texto e nos confia as amarguras e delícias do amor.
Aquele surgido da admiração, da amizade, da necessidade, das dores, da força do sexo, da solidão.
O amor que é um convite ao mundo pessoal de cada um de nós.
O livro é uma homenagem ao que há de mais humano e nobre, numa narrativa que nunca se permite descambar para a tristeza sentimentalista ou tormentosa; é sempre sensível e tocante, mas sobretudo leve.
Quem nunca se apaixonou, que atire a primeira pedra.
O Amor nos Tempos do Cólera é o amor de sonho que parece faltar nos áridos tempos atuais, em que já não se tem mais a certeza de que os olhos falam (e fazem poesia), em que o medo do amor nos condena à solidão e ao esquecimento.
Aos apaixonados, aos que querem se apaixonar, ao que não correspondem às paixões que lhes são devotadas: recorram às lições de humanidade do autor e procurem reconhecer o Florentino Ariza que habita, calado e esperançoso, dentro de suas almas.
A maioria das pessoas se engana com duas crenças:
acreditam na memória eterna (de pessoas, coisas, feitos, nações)
e na reparação (de feitos, erros, pecados, enganos).
As duas crenças são falsas.
Na verdade, o oposto é que é real:
tudo será esquecido,
e nada será reparado.
Milan Kundera.
"Sou um sujeito cheio de recantos.
Os desvãos me constam.
Tem hora leio avencas.
Tem hora, Proust.
Ouço aves e beethovens.
Gosto de Bola-Sete e Charles Chaplin.
O dia vai morrer aberto em mim."
Manoel de Barros

Necessidade de ser injusto

Todos os juízos sobre o valor da vida se desenvolvem ilogicamente, e portanto são injustos.
A inexatidão do juízo está primeiramente no modo como se apresenta o material, isto é, muito incompleto, em segundo lugar no modo como se chega à soma a partir dele, e em terceiro lugar no fato de que cada pedaço do material também resulta de um conhecimento inexato, e isto com absoluta necessidade. Por exemplo, nenhuma experiência relativa a alguém, ainda que ele esteja muito próximo de nós, pode ser completa a ponto de termos um direito lógico a uma avaliação total dessa pessoa; todas as avaliações são precipitadas e têm que sê-lo. Por fim, a medida com que medimos nosso próprio ser, não é uma gandeza imutável, temos disposições e oscilações, e no entanto teríamos de conhecer a nós mesmos como uma medida fixa, a fim de avaliar com justiça a relação de qualquer coisa conosco. A consequência disso tudo seria, talvez, que de modo algum deveríamos julgar; mas se ao menos pudéssemos viver sem avaliar, sem ter aversão e inclinação! - pois toda aversão está ligada a uma avaliação, e igualmente toda inclinação. Um impulso em direção ou para longe de algo, sem o sentimento de querer o que é proveitoso ou se esquivar do que é nocivo, um impulso sem uma espécie de avaliação cognitiva sobre o valor do objetivo, não existe o homem.
De antemão somos seres ilógicos e por isso injustos, e capazes de reconhecer isto: eis uma das maiores e mais insolúveis desarmonias da existência.
(Humano Demasiadamente Humano - Nietzsche)

Humano, demasiado humano

Apenas ao chegar à velhice você nota como deu ouvidos à voz da natureza, dessa natureza que governa o mundo inteiro mediante o prazer: a mesma vida que tem seu auge na velhice tem seu auge na sabedoria, no suave fulgor solar de uma constante alegria de espírito; ambas, a velhice e a sabedoria, você as encontra na mesma encosta da vida, assim quis a natureza. Então é chegado o momento, e não há porque se enraivecer de que a névoa da morte se aproxime. Em direção a luz - o seu último movimento; um grito jubiloso de conhecimento - o seu último som.

Nietzsche, Friedrich.
Ela é oito ou oitenta e os outros 71 quase nunca interessam...
E você, por que desvia o olhar?
Porque eu tenho medo de altura.
Tenho medo de cair para dentro de você.
Então enquanto as coisas não se resolvem, eu fico assim. Mal resolvida. Com um bolo na garganta. Algo que tranca e me impede de respirar. Para não sufocar, dou respirações curtas e lentas. A agonia do não saber me é pior do que a certeza do errado. Enquanto isso, fico esperando e pensando. Pensando de mais. Cá com os meus botões. No quanto o simples pode ser extremamente complexo e difícil. Já assumi meu lado mulherzinha. E já disse que essa coisa de cachorrice é só para assustar. Ou me defender. Pois cão que ladra, não morde. Quero a coisa simples. Mas hoje é mais fácil ser complicada do que simples. Antes as pessoas se apaixonavam. Eu me apaixonava. O querer era mais fácil, sem problemas, sem dificuldades. Era tudo mais normal. A gente dizia: “eu vou” e “íamos”. Tínhamos menos medo. Ou mais coragem. Hoje a gente quer ir, mas não sabe pra onde. Não sabe com quem. Simplesmente parece que nada mais pode nos tirar desse estado de inércia. De espera. E construímos castelos areia que nós mesmos desmoronamos. Enfiamos o pé. Nenhum castelo é suficiente para abrigar tudo aquilo que sonhamos, que almejamos. Destruímos simplesmente sem nem perceber que talvez ele possa ser aproveitado. Que mais alguns baldes de areia resolveria o problema. Não! Simplesmente nos desinteressamos e pronto, amassamos tudo naquele bolo de areia disforme. Destruímos também os castelos alheios. Não por maldade. Não no intuito de acabar com a brincadeira. Simplesmente por reconhecer que aquele castelo não nos basta, não nos pertence, não da pra pegar a bandeirinha e simplesmente gritar que é nosso. Porque não é. Porque igualmente nos falta algo, e nesse caso, não tem balde de areia que resolva. Eu sei, você não esta entendendo nada. Mas não se preocupe. Às vezes o entendimento é pior. O saber de si chega quase a enlouquecer. Melhor simplesmente não saber, ou não entender. Pois quando começamos a entender, que seja um pouco de nós, não podemos simplesmente fechar os olhos e fingir que não vimos. É impossível. Aquela verdade medíocre cospe na nossa cara e temos que admitir. Admitir que talvez a gente esteja a perder o rumo. Ou a procurar um rumo que é quase inexistente. Numa cegueira momentânea. Procurar algo que nem sabemos o que é. Porque as coisas poderiam ser simples. Sem embromação alguma. Mas temos tanto medo... As pessoas têm tanto medo que acabam mascarando tanto, para que só aqueles que queriam correr o risco encontrem seja lá o que for. Chamem de verdade. De querer. De glória. De perdição. De caminho... Não importa. O que importa é que embaçamos tanto, que acabamos por embaçar nossos próprios olhos. Eu sei. Nada disso ta fazendo muito sentido. Mas quem disse que precisa fazer? Não se preocupem com o sentido. Nem tudo faz sentido. E não é por não fazer que deixa de existir. Para isso tudo talvez apresentar algum sentido, eu deveria classificar as idéias em ordem, colocar parágrafos, talvez uma prévia explicação. Mas a vida se explica? A vida lá tem parágrafo? É um amontoado de coisas que vem aos supetões e você interpreta como quiser, se quiser. E quase sempre errado. Então esqueça essa coisa de sentido, de pingos nos “is”. Meu sentido não é o seu. Minha interpretação não é a mesma. E no fim, seria a mesma coisa. Cada um com a sua verdade absoluta... Completamente relativa. E todos perdidos dentro do seu próprio umbigo. Porque no fundo é com isso que nos importamos, com o nosso umbigo e pra onde ele deve ir. Mesmo que nem sempre a gente saiba pra onde ele esta indo. Porque não sabemos, simplesmente não escolhemos. Somos arrastados. E estamos lá. Esperando que algo aconteça. Esperando que tudo tenha um propósito. Esperando o milagre. O cavaleiro no cavalo branco. O mar se abrir. Um raio cair do céu. Uma luz. Uma iluminação. A verdade. Que alguma coisa aconteça! Raios! E simplesmente nada acontece. Ninguém aparece. Então você da meia volta e começa a esperar de novo, começa a tentar achar o tal rumo pra algum lugar ou lugar algum. Com aquele bolo trancando a garganta. Até que um dia a gente vomita tudo isso, e vê que nada fazia sentido. E nem tinha o porque.
Coisas que eu sei
As noites ficam claras no raiar do dia
Coisas que eu sei
São coisas que antes eu somente não sabia
Agora eu sei
Agora eu sei
Agora eu sei...

-Isso não é justo!!!!
-O mundo não é justo.
-Eu sei...
mas pq ele não pode ser injusto a meu favor??!!

Aquilo que não vivemos

Minha monografia foi sobre a época de ouro da rádio Nacional...
Foi ótimo escrever sobre os grandes talentos.
Os programas de auditório,
onde desfilava uma constelação de astros e estrelas
da música popular, amada pelo público e junto às maiores orquestras.
Seus humorísticos com os melhores comediantes...
Suas novelas com um elenco de belas e consagradas vozes...
Seus seriados...
Suas resenhas esportivas.
Seu Repórter Esso, com o inconfundível Heron Domingues...
Sobre uma emissora que divulgou
a nossa cultura como nenhuma outra
e que se tornou um grande patrimônio afetivo em nossas vidas...
Que saudades daquilo que nem conheci...

...

O mundo nem é tão estranho perto dela.
Estranho é a maneira como faz e desfaz seu caminho.
Era como se o destino do destino fosse ela e não o contrário.

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

"Não existe rua sem saída pra quem sabe olhar pra trás!"
Gabriel o pensador
"Toda pessoa sempre é as marcas
das lições diárias de outras tantas pessoas"
(Gonzaguinha)

Acredito nas pessoas...

Especialmente naquelas em que habita algo mais que a humanidade.
Aquelas que, às vezes, a gente confunde com anjos e outras entidades divinas...
Falo daquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes...
Daquelas que te olham nos olhos quando precisam ser verdadeiras,
que tecem elogios,
agradecem e pedem desculpas com a mesma simplicidade de uma criança...
Pessoas que não precisam fazer jogos para conseguir o que buscam,
porque seus desejos são realizados por suas ações e reações,
não por seus caprichos...
Pessoas que fazem o bem e se protegem do mal, apenas com um sorriso,
uma palavra,
um beijo,
um abraço,
uma oração...
Pessoas que erram mais do que acertam,
aprendem mais do que ensinam
e vivem mais do que sonham...
Pessoas que cuidam do seu corpo,
porque este os acompanhará até o fim.
Não ficam julgando gordos ou magros, negros ou brancos...
Pessoas, simplesmente pessoas,
que nem sempre têm certeza de tudo,
mas acreditam sempre.
Transparentes, amigas, espontâneas, até mesmo ingênuas...
Prefiro acreditar em relacionamentos baseados em confiança,
serenidade,
humildade
e sinceridade...
Prefiro acreditar naqueles encontros,
que nos transmitem paz e um pouco de gratidão...
Prefiro acreditar em homens e mulheres,
que reverenciam a vida com a mesma intensidade de um grande amor...
Que passam pela Terra e deixam suas marcas,
suas lembranças,
que deixam saudades
e não apenas rastros...
Homens e mulheres que habitam o perfeito universo e a perfeita ordem nele existente...
Homens e mulheres de alma limpa e puros de coração.
(BRENO ANGELLIS)

domingo, 25 de novembro de 2007

Sobre viver a 2, a 3 , etc

Para ter-se um casamento amadurecido e satisfatório é preciso tempo, empenho, cooperação contínua dos dois.
Devem ser devotadas a compartilhar e se interessar, a amar e ouvir, a doar-se e perdoar.
Um casamento bem-sucedido precisa ser constantemente monitorado, ajustado e fortalecido.
Em 90% das dificuldades conjugais a comunicação é o problema.
O casamento deve começar com um pacto:
a promessa de conversar.
É preciso entender que os problemas não somem pelo simples fato de os ignorarmos.
Esconder sentimentos e opiniões enfraquece a unidade da vida conjugal.
A falta de comunicação gera os mais variados tipos de desentendimentos.
Os casais também precisam compreender que amar
significa gastar tempo com o outro.
Assim como planejamos tempo para todas estas coisas,
devemos planejar o uso de tempo um com o outro.
As pessoas querem os privilégios do casamento,
mas não o compromisso.
Investimento é a palavra.
Sem ele nada muda.
O romance do namoro em nada se compara com o romance do amor
que aumenta ao longo dos anos devido a profunda compreensão e aceitação, devido ao empenho para construir a união.
Afeto é uma das palavra-chave do relacionamento a dois.
PARA OS CASAIS ...
* Fale menos e escute mais
* Não ataque a pessoa
* Concentre-se no problema
* Procure ser brando no falar
* Seja sincero
* Ceda por um momento, mesmo que esteja com a razão
* Não use as emoções como arma
* Não rotule
* Tente administrar bem suas emoções

Blog...

Mulher de Fases:

Por Você...

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

"O que eu fui ontem e anteontem já é memória.
Escada vencida degrau por degrau, mas o que eu sou neste momento é o que conta, minhas decisões valem para agora, hoje é o meu dia, nenhum outro."
Martha Medeiros

Balaio de gato

Quando eu me pergunto quem sou eu,
sou o que pergunta
ou o que não sabe a resposta?
Geraldo Eustáquio

Filha

"Você esteve escondida no meu pensamento,
noite após noite,
guardada na minha retina sem que nunca a tivesse visto.
Foste escolhida por Deus para na minha vida ficar,
nunca sofrerás, ficarás triste ou chorarás
por desamor ou abandono enquanto eu existir,
pois fomos predestinadas uma a outra
e te gerei dentro da minha alma para que fizesse parte de mim ."
"Por dentro uma personalidade tão minha,
por fora apenas um conceito seu."

Sorriso

Às vezes, ela é só um balão com medo de altura.
Por isso, pendura os sacos de areia nas duas pontas do seu sorriso.
Que é para o sorriso nunca tombar no rosto e virar tristeza,
que é para os olhos não perderem o brilho.
A alegria, ela sabe:
é só uma questão de equilíbrio.
(Rita Apoena)

Beach Boys

California Dreaming

Steve Vai

Uma homenagem ao gatinho:
For the love of God

Blues Brothers

Hallelujah - Rufus Wainwright

ADORO!!

Hotel California

Maravilha!!

Firmamento


O que é que eu vou fazer agora
Se o teu sol não brilhar por mim ?
Num céu de estrelas multicoloridas
Existe uma que eu não colori
O que é que eu vou fazer agora
Se o teu sol não brilhar por mim ?
Num céu de estrelas multicoloridas
Existe uma que eu não colori
sorte, sorte na vida, filhos feitos de amor
Todo verbo que é forte
Se conjuga no tempo
Perto, longe o que for

Você não sai da minha cabeça
E minha mente voa
Você não sai, não sai, não sai,
não sai,...
Entre o céu e o firmamento
Não há ressentimento
Cada um ocupando o seu lugar
Não sai não, não sai, não sai,
não sai, não sai...
O que é que eu vou fazer agora
Se o teu sol não brilhar por mim ?
Num céu de estrelas multicoloridas
Existe uma que eu não colori
O que é que eu vou fazer agora
Se o teu sol não brilhar por mim ?
Num céu de estrelas multicoloridas
Existe uma que eu não colori
Forte, sorte na vida, filhos feitos de amor
Todo verbo que é forte
Se conjuga no tempo
Perto, longe o que for

Você não sai da minha cabeça
E minha mente voa
você não sai, não sai, não sai,
não sai,...
Entre o céu e o firmamento
Existem mais coisas do que julga
O nosso próprio pensar
Que vagam como o vento
E aquele sentimento de
amor eterno
Entre o céu e o firmamento
Existem mais coisas do que julga
O nosso próprio entendimento
Que vagam pelo tempo
E aquele juramento de
amor eterno

Erê

Pra entender o erê
Tem que tá moleque
(O erê, erê)
Tem conquistar alguém
E a consciência leve
Há semanas em que tudo vem
Há semanas que é seca pura, oww
Há selvagens que são do bem
A seqüência do filme muda
Milhões de anos luz podem curar
O que alguns segundos na vida
Pode representar
O erê a criança
Sincera convicção
Trazendo a vida com o que o sol nos traz
Você sabe
Um sentimento não trai
Um bom sentimento não trai
Você sabe
Um sentimento não trai
Um bom sentimento não trai
Pra entender o erê
Tem que tá moleque
(O erê, erê)
Tem conquistar alguém
E a consciência leve
Pare e pense no que já se viu
Pense e sinta no que já se fez
O mundo visto de uma janela
Pelos olhos de uma criança
Milhões de anos luz podem curar
O que alguns segundos na vida
Pode representar
O erê é criança
Sincera convicção
Trazendo a vida com o que o sol nos traz
Você sabe
Um sentimento não trai
Um bom sentimento não trai
Você sabe
Um sentimento não trai
Um bom sentimento não trai
Você sabe
(Cidade Negra)

Pensamento

Você precisa saber
O que passa aqui dentro
Eu vou falar pra você
Você vai entender
A força de um pensamento
Pra nunca mais esquecer
Pensamento é um momento
Que nos leva a emoção
Pensamento positivo
Que faz bem ao coração
O mal não
O mal não
O mal não
Sendo que para você chegar
Terá que atravessar
A fronteira do pensar
A fronteira do pensar
E o pensamento é o fundamento
Eu ganho o mundo sem sair do lugar
Eu fui para o Japão
Com a força do pensar
Passei pelas ruínas
E parei no Canadá
Subi o Himalaia
Pra no alto cantar
Com a imaginação que faz
Você viajar,
Estou sem lenço e o documento
Meu passaporte é visto em
todo lugar
Acorda meu Brasil com o lado bom de pensar
Detone o pesadelo pois o bom
Ainda virá
Você precisa saber
O que passa aqui dentro
Eu vou falar pra você
Você vai entender
A força de um pensamento
Pra nunca mais esquecer
Custe o tempo que custar
Que esse dia virá
Nunca pense em desistir, não
Te aconselho a prosseguir
O tempo voa rapaz.
Pegue seu sonho rapaz
A melhor hora e o momento
É você quem faz
Recitem
Poesias e palavras de um rei
Faça por onde que eu te ajudarei
RecitemPoesias e palavras de um rei
Faça por onde e eu te ajudarei

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Bom humor

¿Cuál es la diferencia entre la apatía y la ignorancia?
No sé y no me importa
Esperar que la vida te trate bien porque seas buena persona es como esperar que un toro no te ataque porque seas vegetariano
(Dennis Wholey)
No ande delante de mí - tal vez no le siga.
No ande detrás de mi, tal vez no le sepa dirigir.
Simplemente ande a mi lado...
O verdadeiro amor não tem final feliz
simplesmente pq o verdadeiro amor não tem final...

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

"As idéias elevam-se aos lugares mais calmos,
mesmo em meio a tempestade ainda encontro a minha paz..."

Das vantagens de ser bobo

"...O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos.
Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil.
Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos.
Os espertos ganham dos outros.
Em compensação os bobos ganham a vida."
(Clarice Linspector)
"O Futuro não se prevê, se cria"
Karl Marx
"As coisas podem chegar até aqueles que esperam,
mas são somentes sobras deixadas por aqueles que lutam"
Abraham Lincoln
"Uma pessoa é enorme para você, quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado.
É pequena, quando só pensa em si mesma, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade, o carinho, o respeito, o zelo e, até mesmo, o amor.
É gigante, quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto com você.
E pequena quando desvia do assunto.
É grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma.
É pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.
Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande... é a sua sensibilidade, sem tamanho..."
“Quando um arqueiro erra o alvo, vai buscar o erro dentro de si mesmo.
Se você não acerta na mosca, isso não é culpa do alvo.
Para melhorar a sua mira melhore a si mesmo.”
(Gilbert Arland)
" Me ame quando eu menos merecer, porque é quando eu mais preciso..."
"Desta vida nada se leva...
Só se deixa...
Então, deixe o seu melhor sorriso,
Seu maior abraço...
Sua melhor história...
Sua melhor intenção...
E toda sua compreensão
E do amor... a maior porção!"
"Então por que ficar com medo
De saber um pouco mais?
Do enredo dessa vida
Dos direitos que são seus
O que é verdade, o que é mentira
Quais são os segredos de Deus
É uma vontade imensa
É um desejo enorme"
(A noite é dos que não dormem - O Salto)
"A cada dia, de diversas maneiras e nos lugares mais inesperados, podemos ouvir novas melodias e aprender a dançar novos passos de nossa dança".
Carl A. Hammerschlag
"Filosofia é um monte de idéias dentro da cabeça sobre como são as coisas. Saber escutar é se livrar de quase todas elas".
Rubem Alves
"Eu aprendi que um homem só tem o direito de olhar a um outro de cima para baixo, quando vai ajudá-lo a levantar-se".
Gabriel García Márques

Tratado sobre o amor

Viva Novembro!!!
Esse mês está cheio de romantismo:
Casamento de Rê e Marquinho e segunda gravidez da Drica!
Eles merecem!!!
"Uma relação tem que servir para você se sentir à vontade com outra pessoa,
à vontade para concordar com ela e discordar dela,
para ter sexo sem não-me-toques ou para cair no sono logo após o jantar, pregado.
Uma relação tem que servir para você ter com quem ir ao cinema de mãos dadas,
para ter alguém que instale o som novo enquanto você prepara uma omelete,
para ter alguém com quem viajar para um país distante,
para ter alguém com quem ficar em silêncio sem que nenhum dos dois se incomode com isso.
Uma relação tem que servir para, às vezes, estimular você a se produzir,
e, quase sempre, estimular você a ser do jeito que é,
de cara lavada e bonita a seu modo.
Uma relação tem que servir para um e outro se sentirem amparados nas suas inquietações,
para ensinar a confiar,
a respeitar as diferenças que há entre as pessoas,
e deve servir para fazer os dois se divertirem demais,
mesmo em casa,
principalmente em casa.
Uma relação tem que servir para cobrir as despesas um do outro num momento de aperto,
e cobrir as dores um do outro num momento de melancolia,
e cobrirem o corpo um do outro quando o cobertor cair.
Uma relação tem que servir para um acompanhar o outro no médico,
para um perdoar as fraquezas do outro,
para um abrir a garrafa de vinho e para o outro abrir o jogo,
e para os dois abrirem-se para o mundo,
cientes de que o mundo não se resume aos dois .
Tem que servir para ser FELIZ! "
TRATADO DE AMOR TRABALHO E PESQUISA, DIANA LIMA

terça-feira, 20 de novembro de 2007

"Ouça,
senão, sua língua
vai conservar
sua surdez."
"Se continuares parado não
chegarás a lugar algum.
Se correres, logo cansarás.
O certo então é caminhar."

Meu calendário continua pensando...

"Existir é mudar,
Mudar é amadurecer,
Amadurecer é continuar na recriação
de si mesmo,
infinitamente."
Todos os homens julgam os limites do seu campo de visão como os limites do mundo.
Arthur Schopenhauer, Parerga e Paralipomena
A maneira como conhecemos e interpretamos o mundo depende basicamente das ideias que enchem a nossa mente.
E. F. Schumacher, economista e ecologista alemão, Small is Beautiful
Pensar é antes de tudo criar um mundo.
Albert Camus, O Mito de Sísifo
O louco, o enamorado e o poeta são filhos da imaginação.
Um vê mais demónios do que aqueles que o inferno pode conter: é o louco.
O apaixonado, igualmente frenético, vê a beleza de Helena num frontispício egípcio;
o olhar do poeta, esse, animado por um belo delírio, transporta o céu para a Terra e a Terra para o céu.
William Shakespeare, Sonho de uma noite de Verão
Um casal, quando feliz
(ou mais ou menos feliz, porque a felicidade nunca é absoluta)
é o lugar da verdade,
da vida repartida,
da confiança,
da amizade gentil,
das alegrias recíprocas,
da gratidão,
da fidelidade,
da generosidade,
do humor,
do amor.
A. Compte-Sponville, filósofo francês, Pequeno Tratado das Grandes Virtudes
O amor é como o pão;
tem que ser amassado,
feito de novo,
todos os dias.
Úrsula Guin, The Lathe of Heaven

Tempo Para a Guerra / Tempo Para o Amor

Para tudo há uma estação, para tudo o que o que se passa debaixo do céu há um tempo.
Há um tempo para se nascer, e um tempo para morrer;
um tempo para plantar, e um tempo para recolher o que foi plantado.
Um tempo para amar, e um tempo para odiar;
um tempo para a guerra e um tempo para a paz.
(Eclesiastes)

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Comes el alimento que corruptos te venden, y envenenas tu cuerpo y te entregas sumiso a un consumo desenfrenado, y paseas por mercados enajenados, creyente de que la industria te tiene como un ser Biológico vivo.
Pagas con honra la leche falsa, el pan falso, el azúcar falso, los huevos falsos ... y después, ingieres otra vez (remedios) falsos, para curar tus riñones falsos, tus intestinos falsos,...
Amar significa entregar-se sem garantia,
dar-se completamente na esperança
de que nosso amor produzirá amor na pessoa amada.
Amar é um ato de fé,
e quem tiver mesquinha fé terá também mesquinho amor.
O homem moderno pensa que perde alguma coisa
— o tempo —
quando não faz as coisas rapidamente;
todavia, ele não sabe o que fazer com o tempo que ganha
— a não ser matá-lo.
("A arte de amar" Erich Fromm)
Se você é jovem ainda, jovem ainda, jovem ainda!
Amanhã velho será, velho será, velho será!
Amenos que o coração, que o coração sustente, a juventude que
Nunca morrerá!
Existem jovens de oitenta e tantos anos,
e também velhos de apenas vinte seis!
Porque velhice, não significa nada!
E a juventude volta sempre outra vez!
Se você é jovem ainda, jovem ainda, jovem ainda!
Amanhã velho será, velho será, velho será!
A menos que o coração, que o coração sustente,
a juventude que nunca morrerá!
E você é tão jovem quanto sente, pode apostar é jovem pra valer!
E velho é quem perde a pureza!
e também é quem deixa de aprender
Se você é jovem ainda, jovem ainda, jovem ainda!
Amanhã velho será, velho será, velho será!
A menos que o coração, que o coração sustente, a juventude que nunca morrerá!
Não diga não, à vida que te espera, pra festejar a alegria de viver!
Pra agradecer a luz do seu caminho, e você vai tudo isso entender!
Se você é jovem ainda...