sexta-feira, 31 de julho de 2009

Antes tarde...do que mais tarde

°°O jornal semanal alternativo
SF Guardian tem uma edição especial
“a edição grátis”.
A tese do jornal é que, nos últimos anos,
caímos numa armadilha:
fomos convencidos pelas corporações
de que tudo na nossa vida se resume a transações financeiras.
E que isso esvaziou nossas vidas de senso de comunidade,
de colaboração, de generosidade.
Preferimos contratar alguém para um serviço,
em vez de pedir um favor para a vizinha
– porque tememos a obrigação social
que acompanha um favor,
que é retribuir um dia.
E não queremos ter que convidar a vizinha
para um churrasco em casa.
O jornal traz uma defesa de um novo modelo,
que é bem simples.
Começa com você.
Ofereça favores.
Ajude.
Doe coisas que você não usa
para quem você acha que vai usar.
Se gente suficiente fizer a mesma coisa,
a tendência é de que uma hora esses favores desinteressados
comecem a voltar para você.
Afinal, se todo mundo doa,
todo mundo recebe.
E aí, como você vai ganhar coisas de graça,
você não vai precisar de tanto dinheiro para viver.
E talvez possa se estressar menos,
trabalhar menos,
se preocupar menos...°°

Um comentário:

luiz alves disse...

dan, que idéia legal.
concordo plenamente com essa tese.